A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de Setembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

PMA apreende carreta carregada com 82 m³ de carvão ilegal e aplica multa de R$ 24,4 mil em carvoeiro

10 SET 2016 - 18h00min
Da Redação - Com informações assessoria
Durante fiscalização na rodovia BR 262, Policiais Militares Ambientais do Posto da PMA do Taquarussu, em Anastácio, abordaram ontem (9) à noite, um veículo Scania acoplado a uma carreta, que transportava ilegalmente uma carga com 82 m³ de carvão proveniente de madeira nativa.  

O motorista, de 56 anos, residente em Campo Grande, apresentou Documento ambiental de Origem Florestal (DOF) e a nota fiscal, constando 46 m³ de carvão, porém, quando os policiais realizaram a medida do produto, verificaram que eram transportados 82 m³. Ou seja, excesso de quase o dobro. O veículo e o carvão foram apreendidos.
 
Diante da irregularidade, o proprietário do carvão ilegal, de 62 anos, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 24.375. O motorista, o carvão e o veículo foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Anastácio. O autuado responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Ponte Velha passa a fazer jus ao nome e vira desafio para quem passa a pé ou de moto

2
Anastácio

Van é flagrada trafegando a 152Km/h por radar da PRF em Anastácio

3
Geral

MS inaugura primeiro frigorífico legal de jacaré

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece uma vaga de emprego para hoje

Vídeos

Ponte Velha passa a fazer jus ao nome e vira desafio para quem passa a pé ou de moto

Acidente na BR 262 próximo ao trevo de Dois Irmãos do Buriti

Entrevista Comandante Tito Lívio - Aeroclube de Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,38m
Miranda
2,10m
Paraguai
3,39m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Reflexos da Reforma Trabalhista no Meio Rural

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

DEPOIS.....

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: E AGORA, ARNALDO?

Ver Mais Colunas
498110602