A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8502
Crime organizado

A partir de MS, quadrilha de ladrões e traficantes operava em mais seis estados

Até mesmo menores de idade eram aliciados para participar do esquema, denunciou o Gaeco

26 JUL 2017 - 16h34min
Da Redação

Na manhã desta quarta-feira (26), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, em conjunto com o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope), deflagrou a Operação Fronteira, para combater organização criminosa voltada para o tráfico de drogas, comércio de armas, roubos, furtos, receptação e corrupção de menores na linha internacional com o Paraguai.


O objetivo da força-tarefa foi o cumprimento de 15 mandados de prisão preventiva nas cidades de Campo Grande, Ponta Porã, Cuiabá (MT) e Goiânia (Goiânia), desarticulando o bando que tinha ramificações também nos estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Mato Grosso.


As investigações tiveram início em outubro de 2016 e culminaram com o oferecimento de denúncia criminal contra 21 pessoas integrantes da organização criminosa, além de:  prisão de outras 14 pessoas, durante o período de investigação; apreensão de sete carros utilizados pela organização para o tráfico de drogas; 871 kg de maconha e 416 gramas de cocaína. 


Dos 21 denunciados, sete já estão recolhidos no sistema prisional de Mato Grosso do Sul, de onde continuavam a praticar crimes em conjunto com os outros membros da organização criminosa que estavam soltos.


Em linhas gerais, o esquema funcionava da seguinte forma: alguns membros da organização providenciavam o carregamento da droga no Estado de Mato Grosso do Sul, a qual era transportada por meio de veículos roubados ou furtados por outros integrantes da organização com destino a outros Estados da Federação. Nesse esquema, era comum a utilização de pessoas menores de idade e mulheres com o fim de não levantar suspeitas frente aos órgãos de fiscalização.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Briga de casal termina com dois esfaqueados no Nova Aquidauana

2
Aquidauana

Maratonista que morreu após queda pode ter sofrido crise epilética

3
Aquidauana

Promotora dá prazo de 24h para retirada de ambulantes do Centro de Aquidauana

4
Geral

Acidente frontal mata 3 na MS-157 e pode ter ocorrido durante ultrapassagem

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Oswaldão e o horário de Verão!

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Viajar só faz bem...

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Ver Mais Colunas
498110521