A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
29 de Junho de 2017
Anuncie Aqui
8463
Policial

Agente penitenciário é preso por suspeita de entregar celulares e drogas a presos

Operação Chip, do Gaeco, cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão na manhã desta segunda

12 JUN 2017 - 13h48min
Redação

Um agente penitenciário facilitava a entrada de telefones celulares  e drogas no Instituto Penal de Campo Grande. O esquema foi descoberto durante as investigações da Operação Chip e Cleiton Paulino de Souza foi preso sob as acusações de crimes de corrupção, peculato, tráfico de drogas e associação para o tráfico, na manhã desta segunda-feira (12).

 
Os agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, cumpriram mandados de prisão e busca e apreensão no nesta segunda, no Complexo Penitenciário da Capital que fica no Jardim Noroeste – região leste da Capital.

Segundo o Gaeco, agentes e promotores chegaram ao Instituto Penal por volta das 6h, com apoio de aproximadamente 30 homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Ao todo, foram cumpridos três mandados de prisão temporária, dentro os quais que deteve Cleiton, e cinco de busca e apreensão. 

Os investigadores agora trabalham para descobrir se o agente de custódia do Estado recebia vantagens para facilitar a entrada dos celulares e drogas dentro do presídio, ou se era ameaçado pelos presos. 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Candidato a vereador de Aquidauana é preso por furto na Capital

2
Charges

Que papelão

3
Geral

Supermercados Princesa sorteiam ganhadores da Promoção do Mês

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece três vagas de emprego

Vídeos

Sepultamento de Sophia Rondon

Uno estoura pneu e capota com cinco pessoas a caminho do INSS

Veículo pega fogo no Centro de Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,97m
Miranda
3,55m
Paraguai
4,77m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Err....

Rosildo Barcellos

Heróis Brasileiros

Manoel Afonso

2018: Internet versus currais eleitorais

Ver Mais Colunas
481710698