A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8502
Policial

Com 5 meses de casada, mulher para no hospital após ser espancada por marido

Vitima disse que após ser enforcada não lembra de mais nada

24 SET 2017 - 17h00min
DValentim

Uma mulher de 44 anos ficou ferida após ser espancada pelo marido de 32 anos com quem está casada há cinco meses. A PM foi acionada via 190 para atender a ocorrência no Bairro Cherogami, em Miranda.

Conforme o boletim de ocorrência, assim que a polícia chegou no bairro foi informada por populares de que a mulher já havia sido levada por seus familiares ao hospital e que o suspeito havia fugido

Com informações de características do homem, os militares realizaram buscas e o encontraram em uma rua paralela a da residência.

No Hospital, a mulher recebeu atendimento após um corte dentro da da orelha direita e lesão no ombro direito.

Aos militares, a vítima disse que estava lavando roupas quando sem motivos o marido começou a enforca-la e depois disso não se lembra de mais nada.

O suspeito negou ter agredido a mulher, mas foi levado a Delegacia de Polícia Civil. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Briga de casal termina com dois esfaqueados no Nova Aquidauana

2
Aquidauana

Maratonista que morreu após queda pode ter sofrido crise epilética

3
Geral

Acidente frontal mata 3 na MS-157 e pode ter ocorrido durante ultrapassagem

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece duas vagas de emprego nesta segunda-feira

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Professor: Faça Voar o Cisne Que Há em Você!

Rosildo Barcellos

A Abjeção do Opróbrio

Ver Mais Colunas
498110668