A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8502
Medo

Crime muda rotina de comerciante que jamais viu tanta violência em seu bar

Proprietário não vai mais permitr consumo no local, para evitar aglomerações e brigas

26 JUL 2017 - 17h23min
Da Redação

Palco do atentado que terminou com uma pessoa morta e duas feridas, a Lanchonete e Conveniência Ferreira, localizada no Bairro Nova Aquidauana, em Aquidauana, não será mais a mesma. Proprietário do estabelecimento, José Ferreira, de 53 anos, está assustado com a violência que jamais havia presenciado no local e, por este motivo, optou por mudar a rotina.


Desde que o crime aconteceu, ele não abriu mais, mas deve retomar as atividades logo. "Vou esperar a poeira baixar um pouco", disse ele ao O Pantaneiro. A partir de agora, não vai mais deixar os clientes consumirem produtos no local. "Vou abrir para quem quiser comprar cerveja e levar para tomar em casa. Aqui não vão ficar mais", relatou, assustado.


O comerciante pontuou também que não vai mais oferecer serviços de lanchonete e que pretende se mudar para os fundos do bar, após reforma. Ele está lá há 12 anos e pela primeira vez viu algo que o deixasse preocupado. "Já teve briga sim, várias, mas caso de morte nunca". Ele ficou na linha de tiro e precisou se esconder às pressas para não ser atingido.


O Crime


Conforme noticiado ontem, Leandro Campos da Costa, de 24 anos, o tio José Erasmo Campos de Silva, 37 anos, e a convivente de Leandro, ocupavam um automóvel Gol que estava sendo seguido por uma moto. Quando eles pararam e desceram em frente ao bar localizado na Avenida Mato Grosso, no bairro Nova Aquidauana, os ocupantes da moto se aproximaram e começaram a tirar. 


Erasmo foi atingido na costela e socorrido. Já Leandro não resistiu aos ferimentos e morreu no local, enquanto que sua esposa foi atingida de raspão na barriga. A Polícia Civil investiga o caso e não descarta hipóteses como acerto de contas ou até mesmo ciúmes. A suspeita de que o autor seja policial militar perde força, conforme os trabalhos avançam.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece 11 vagas de emprego nesta terça-feira

2
Anastácio

Marido tenta estrangular e ameaça passar serrote no pescoço da mulher

3
Policial

Assentado mata cachorro a tiros porque animal atacava seus patos e galinhas

4
Geral

Gêmeos não idênticos se reencontram após mais de 50 anos de separação

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Oswaldão e o horário de Verão!

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Viajar só faz bem...

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Ver Mais Colunas
498110752