A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
14 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
Policial

Empresa terá que pagar R$ 150 mil por incêndio em 30 hectares de matas ciliares

Empresa não se preveniu contra incêndios.

5 SET 2013 - 17h47min
redação
Uma empresa sulco energética foi autuada em R$ 150 mil por causar um incêndio em área de preservação permanente - APP. O incêndio ocorreu no dia 1° de setembro e destruiu 30 hectares de área de matas ciliares de um córrego na fazenda, margeando uma estrada, pertencente à empresa.
 
Policiais Militares Ambientais de Bataguassu detectaram na propriedade, total descaso com a prevenção de incêndios, principalmente a falta de aceiros (que é o desbaste de um terreno em volta de propriedades, matas e coivaras, para impedir propagação de incêndios), que contribuiu para o início e propagação do incêndio. 
 
Os policiais efetuaram um auto de infração administrativo e multaram a empresa, na data de ontem (4), em R$ 150.000,00. Os responsáveis também responderão por crime ambiental. A pena para a destruição de área de preservação permanente é de um a três anos de detenção.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Encontrado o corpo do trabalhador que desapareceu no rio Negro

2
Policial

PRF apreende 27,5 quilos de cocaína no banco traseiro de veículo em Anastácio

3
Aquidauana

Helicóptero leva bombeiros, peritos e policiais para buscar corpo de pedreiro

4
Policial

Trabalhador cai no rio Negro durante pescaria e desaparece; bombeiros preparam resgate

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

MDB sobreviverá sem Puccinelli?

Valdemir Gomes

Numa...

Alessandro Arruda

As leis e nossa incapacidade de produzi-las

Ver Mais Colunas