A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
30 de maio de 2020
Anuncie Aqui
-->
Policial

Eurico Mariano é condenado a 17 anos de prisão por morte de radialista

11 AGO 2007 - 10h13min
rmt on line

Eurico Mariano foi acusado de matar Samuel Román em 2004O ex-prefeito de Coronel Sapucaia, Eurico Mariano, foi condenado a 17 anos e nove meses de prisão pela morte do radialista Samuel Román, executado a tiros no dia 20 de abril de 2004. O julgamento durou aproximadamente 12 horas e o juiz César de Souza Lima determinou que a pena fosse iniciada em regime fechado. Apesar disso, Mariano recorrerá em liberdade.


A sessão começou às 8 horas de ontem, com plenário lotado, no prédio do Tribunal do Júri, anexado ao Fórum de Amambai. Eurico Mariano foi o primeiro a ser ouvido pelo juiz César de Souza Lima e foi interrogado por cerca de 50 minutos. O ex-prefeito negou que tenha sido o mandante da morte de Samuel Román.


A defesa de Mariano argumentou que não havia provas que sustentassem a tese do Ministério Público Estadual (MPE), de que a execução de Román teria sido conseqüência de desavença entre os dois, iniciada por declarações feitas no programa do radialista.


Por 5 votos a 2, os jurados acataram a tese do MPE e consideraram Eurico Mariano culpado pela morte do radialista, resultando em condenação de 17 anos e nove meses de prisão, sentença que levou em conta motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima.


O advogado Ricardo Trad, que fez a defesa do ex-prefeito, pediu anulação do julgamento, recurso ainda a ser avaliado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS). Trad alega que uma transcrição de uma gravação feita pela polícia foi anexada ao processo fora do prazo regular.


Apesar da sentença de condenação em regime fechado, Eurico Mariano ganhou o beneficio de aguardar a decisão do recurso em liberdade, sob alegação de ter residência fixa e ter comparecido em todos os trâmites do processo.


O julgamento de Eurico Mariano já foi adiado por duas vezes. A primeira, no dia 12 de abril, foi a pedido da Promotoria, e a segunda, no dia 1º de junho por solicitação do juiz titular da 1ª Vara de Amambai, César de Souza Limão. Na época, o magistrado disse que seria necessária a 'degravação' de uma fita que aponta o ex-prefeito como mandante do crime.


Além de Eurico Mariano, outras dez pessoas foram acusadas de envolvimento no assassinato. Dos acusados, três foram assassinados na fronteira.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Indígenas que saíram sem autorização e viajavam a caminho de Aquidauana são encontrados

2
Aquidauana

Aos 88 anos, morre o oftamologista Pedro de Medeiros, vítima de infarto

3
Coronavírus

Jovem de 27 anos é nova vítima do coronavírus em MS

4
Economia

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min17 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min17 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,44m
Miranda
4,80m
Paraguai
1,89m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"CITAÇÕES DE CLARICE LISPECTOR"

Robinson L Araujo

EM TEMPOS DE PANDEMIA, O LAR DEVERIA SER O MELHOR REFÚ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Casas de Shows

Chácara Taboca

Rua Jaime Artigas, s/nº Bairro Jóquei Clube - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 9951-6888
Restaurantes

Restaurante e Chopperia Moderna

Rua Augusto Mascarenhas, 573 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 8100
Cyber Cafés

Iterative - Cyber, Lan House e Vídeo Locadora

Estevão Alves Corrêas - sala 01, 1157 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1312
Ver Mais