A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Policial

Final de semana: barbárie em aldeia indígena

20 MAI 2013 - 13h45min
Redação/Dourados
A Aldeia Jaguapiru, no limite da zona urbana de Dourados e próxima a algumas das áreas mais nobres da cidade, já foi um lugar mais tranquilo. Nas últimas décadas uma série de suicídios e os constantes assassinatos tem colocado o espaço, ocupado especialmente por índios kaiowas e guaranis, na mira da mídia até fora do Brasil.

No último final de semana a aldeia voltou a ser palco de mais uma tragédia. Devanildo Claudio Arce, de 19 anos, e Locacilmo Claudio Porto, de 26, foram mortos, a facadas, especialmente na região do pescoço.

Embora as circunstancias do crime estejam sendo investigadas pela Policia, que ainda não teria pista dos assassinos e nem opinião formada sobre o verdadeiro motivo dos homicídios, é certo que a bebida está entre os ingredientes. A confusão começou num bar da Aldeia, na madrugada deste domingo, 19.

Numa das fotos divulgadas pela imprensa, tirada do local do duplo assassinato, é possível ver um recipiente de bebida alcoólica. Embora a entrada de bebida seja proibida, o consumo torna-se cada vez mais comum e tem sido uma das fontes de estímulo a violência na aldeia.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem é preso por arrastar mulher no asfalto

2
Policial

Homem assassina jovem em carvoaria de fazenda na Estrada do Taboco

3
Policial

Homem é assassinado com tiro na cabeça enquanto discutia com a ex

4
Policial

Homem é encontrado morto na cama de casa após festa

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DE VOLTA AO MEIO DO MUNDO (E AO ...

Manoel Afonso

Falta honra, sobra esperteza.

Robinson L Araújo

ME CONHECE COMO NINGUÉM

Ver Mais Colunas
498110796