A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
03 de junho de 2020
Anuncie Aqui
-->
Golpe

Funcionária desviou R$ 1,1 milhão de empresa atacadista de alimentos em MS

20 SET 2019 - 08h41min
Da Redação

A Polícia Civil prendeu em Rolândia (PR), J. M., 44 anos, acusada de desviar R$ 1,1 milhão de uma empresa atacadista de alimentos do município de Naviraí. Ela teve a prisão decretada pela Vara Criminal do Município, após representação feita pelo delegado Eduardo Lucena, responsável pelo caso.

Funcionária responsável por pagamentos de todos fornecedores, conforme a Polícia Civil, a mulher se aproveitou do acesso que tinha no setor para praticar o crime. O caso começou a ser investigado após a empresa constatar o desfalque em uma auditoria, que comprovou a prática reiterada de mais de 300 furtos, que juntos totalizam um prejuízo de mais de R$ 1,1 milhão. “Ela fazia a transferência de pequenas transações, chegando a fazer 4 a 5 vezes em determinados dia”, explica o delegado.

De acordo com a Policia Civil, a acusada abriu contas em seu nome e de alguns familiares, para receber pagamentos que, na documentação que passava pela primeira checagem da diretoria da empresa, constava nomes de diversos fornecedores. “Nas transferências incluíam nomes de indústrias e fornecedores que normalmente tinham grande movimento de negócios, mas com o CPF tanto da funcionária, como de familiares, em cujas contas eram creditadas as transferências”, afirma Lucena.

A empresa está sendo representada pelos advogados Diego Marcos Goncalves e Ederson Dutra, que estão acompanhando todo o processo. A funcionária, que foi demitida do emprego quando as operações fraudulentas foram descobertas, tinha viajado para a casa de familiares no interior de São Paulo, mas depois da decretação da prisão fugiu e foi localizada em pelo setor de inteligência da Policia Civil no município paranaense de Rolândia, onde foi presa na quarta-feira (18). Após a prisão, a mulher foi transferida para a cadeia pública de Itaquiraí.

Se condenada, pelo furto qualificado pelo abuso de confiança (art. 155 parágrafo 4º inciso 2º do CP), a acusada pode pegar de pena de reclusão de 2 a 8 anos. Neste caso, há ainda agravante do suposto furto ter sido cometido por algumas centenas de vezes, podendo a pena sofrer acréscimo. 

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Veja Vídeo: Carreta tomba em avenida de Anastácio e motorista fica ferido

2
Aquidauana

Há 75 anos soldados de Aquidauana conquistavam bandeira inimiga

3
Policial

Delegado envolvido com sumiço de cocaína da DP de Aquidauana volta para a prisão

4
Aquidauana

Aquidauana tem cinco casos suspeitos de coronavírus

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min12 max26

Aquidauana

Nublado pela manhã, com possibilidade de garoa. Tarde de sol com diminuição de nuvens. Noite com muita nebulosidade.
min12 max26

Anastácio

Nublado pela manhã, com possibilidade de garoa. Tarde de sol com diminuição de nuvens. Noite com muita nebulosidade.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,44m
Miranda
4,80m
Paraguai
1,89m

Colunas e Blogs

Robinson L Araujo

A VIVÊNCIA FAMILIAR EM TEMPOS DE QUARENTENA

Valdemir Gomes

Tento...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: SOMOS O QUE, MESMO?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Associações e Sindicatos

Sindicato Rural de Aquidauana

Antonio Campelo, s/nº Bairro Exposição - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2826
Farmácias e Drogarias

Drogaria Guanandy

Manoel Antonio Paes de Barros, 1332 - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Panificadora Acácia

Rua Estevão Alves Corrêa, 949 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-5560
Ver Mais