A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
25 de maio de 2018
Anuncie Aqui
8496
Feminicídio

Homem é preso depois de matar enteada a tiros e ferir gravemente esposa

Vítimas teria reclamado que o atirador não estaria ajudando a bancar as contas da casa

8 JUN 2017 - 08h37min
Da Redação

O pedreiro Ramão Carvalho de Souza de 56 anos acusado de atirar e matar a enteada e ferir a esposa em uma residência onde eles moravam na rua Candelária Sarate bairro Benedito Rondon. O crime ocorreu por volta das 17h40 desta quarta-feira (7), segundo informações do site Rio Brilhante Em Tempo Real. 

Ele teria assassinado a tiros a enteada Talia Soares Reche, de 19 anos, e ferido gravemente a esposa Elza Aparecida Soares, 47 anos. O caso de feminicídio ocorreu no bairro Benedito Rondon, em Rio Brilhante.

Ramão foi localizado em uma região de mata, a cerca de 30 km da cidade, em um lugar conhecido como “Bolicho da areia”, na estrada do Suez.

Ao ser preso por investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil, o homem estava sem a arma de fogo usada no atentado. Ele disse em depoimento que perdeu o revólver durante a fuga a pé pelo matagal.

O acusado confessou o assassinato, em entrevista ao site Rio Brilhante em Tempo Real, e disse estar arrependido. Ramão contou que estava em casa com as vítimas. Os três teriam começado uma discussão motivada pelas cobranças de mãe e filha, em razão de Ramão não estar ajudando a pagar contas em casa, ou que ele teria que ”ajudar mais”. 

Ele relatou ainda que sempre teve um relacionamento conturbado com Elza e Talia, mas que trabalha como pedreiro, e ajudava em casa. Durante a discussão, os ânimos teriam se exaltado mais, ele foi até o quarto pegou o revólver e atirou primeiro em Talia. Segundo ele, Elza teria entrado na frente na tentativa de defender a filha e também foi atingida por um disparo no rosto. Talia foi morta com pelo menos três disparos.

Durante buscas na residência, os policiais civis encontraram duas espingardas, calibres 22 e 28, além de munições. As armas estavam em cima de um guarda-roupa. De acordo com o delegado André Luís de Mendonça Fernandes, além de responder por feminicídio consumando, Ramão também foi autuado por tentativa de feminicídio e posse ilegal de arma de fogo. O corpo de Talia foi encaminhado para o IML de Dourados onde passara por exames e deverá retornar para velório, por volta das 10h desta quinta-feira (8).

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Caminhoneiros de Aquidauana e Anastácio se juntam a protesto

2
Policial

Mulher coloca fogo na própria casa e vizinhança, em pânico, aciona o Corpo de Bombeiros

3
Aquidauana

Ex-presidente da Alespana, morador de Aquidauana falece em São Paulo

4
Aquidauana

Greve não é só dos caminhoneiros, mas de todos, diz Sindicato Rural de Aquidauana

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
5,14m
Miranda
4,99m
Aquidauana
3,69m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vamos...

Pedro Puttini Mendes

Código Florestal e Cadastro Ambiental Rural: E agora?

Robinson L Araujo

A QUAL JESUS EU QUERO SERVIR E ANUNCIAR?

Ver Mais Colunas
498110733