A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
13 de novembro de 2018
Anuncie Aqui
8504
Ameaça

Homem não acata ordem de colega de trabalho e ouve que 'vagabundo não merece viver'

Caso aconteceu nas obras do asfalto da BR-163

7 DEZ 2017 - 15h49min
Schimene Weber

Um homem identificado como G. S. da S., de 23 anos, procurou a Delegacia de Polícia para informar uma ameaça recebida na manhã desta quinta-feira (07), nas obras de um trecho do asfalto da BR-163.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, ele teria recebido ordens de um outro funcionário, com o qual ele não tem qualquer relação de subordinação, para buscar os cones de sinalização, fato que motivou uma discussão entre os dois. 

O autor, apontado apenas pelo primeiro nome, supostamente estava embriagado e acabou por lhe chamar de "vagabundo" e continuou, dizendo que "vagabundo não merece viver não, fica esperto lá na cidade".

Um outro trabalhador testemunhou a situação e foi acalmar os ânimos dos funcionários, o que não impediu o registro da ameaça, uma vez que a vítima sentiu-se em situação de perigo.

O caso ocorreu no município de Caarapó.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Empresário de Anastácio bate camionete em poste, abandona veículo e foge do local

2
Anastácio

Homem tenta dar tranco em veículo no centro de Anastácio e acaba arrastado

3
Aquidauana

Genro empurra sogra, dá soco nela e quebra aparelho celular da vítima

4
Anastácio

PRF apreende em Anastácio um milhão de maços de cigarro contrabandeados

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,59m
Miranda
6,13m
Aquidauana
3,76m

Colunas e Blogs

Robinson L Araujo

SENDO UM RECIPIENTE, USADO POR DEUS, PARA ABENÇOAR

Valdemir Gomes

Vou...

Manoel Afonso

O eleitor quer reciprocidade dos eleitos

Ver Mais Colunas
498110618
SERIEMA BUTTON FIXO RODAPÉ