A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
16 de julho de 2019
Anuncie Aqui
8820-->
Policial

Incêndio destrói quase 100 mil hectares na região do Pantanal

14 SET 2007 - 09h17min
midia max news

Dois incêndios já consumiram pelo menos 100 mil hectares da região do Pantanal nesta semana. Foram 72 mil hectares da região do Morro do Urucum, em Corumbá, e pelo menos 30 mil hectares da região do Passo do Lontra, próximo a Fazenda Cristo, no município de Miranda. Ambos os incêndios duraram mais de três dias.


Pelo menos 130 bombeiros, brigadistas da empresa Urucum Mineração, da Vale do Rio Doce, e militares do Exército ajudaram a combater o fogo que teve início ainda na última terça-feira, dia 11, no Morro do Urucum. O Corpo de Bombeiros só foi acionado ontem para ajudar no controle das chamas.


O Corpo de Bombeiros enfrentou dificuldade para combater o incêndio devido a dificuldade de acesso a região, entretanto, segundo o cabo Robson Assunção, na manhã desta sexta-feira o fogo já foi controlado.


O fogo não chegou a atingir a sede da empresa Urucum, nas proximidades do incêndio. Ontem, havia risco que as chamas atingissem a antena da FAB (Força Aérea Brasileira), que fica no alto do morro do Urucum e controla o espaço aéreo na região. A empresa Urucum Mineração teve de paralisar as atividades de mina de ferro e de planta de beneficiamento de manganês.


Energia


Em muitas regiões o fogo chegou a atingir a rede de distribuição de energia elétrica. No último fim de semana, moradores das cidades de Corumbá e Ladário chegaram a enfrentar falta de energia elétrica devido a queimada que atingiu o Passo do Lontra e o Morro do Azeite, na região de Miranda.


Foram registrados desligamentos em pequenos espaços de tempo, pois o fogo atingiu a região onde estão fixadas 80 das 910 torres que sustentam a linha de energia do oeste do Estado, conforme informações do gerente de operaçãoes da Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul), Adilson Panizza.


Clima seco


As queimadas são favorecidas pelo clima seco. Mato Grosso do Sul já enfrenta aproximadamente 50 dias sem chuva. A temperatura chegou a atingir a máxima de 41ºC nesta semana em Campo Grande, conforme informações e meteorologia Natálio Abrahão.


A umidade relativa do ar também está baixa no Estado. Nesta semana a umidade atingiu o nível crítico de 10% (clima de deserto). A situação, de acordo com previsão do meteorologista, só deve melhorar a partir de 15 de outubro, entretanto ainda deve chover neste mês.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Pintor desaparecido desde sábado é encontrado morto

2
Policial

Criminosos rendem funcionários e levam R$ 230 mil de agência da Caixa

3
Policial

Homem é preso após agredir a socos filha de 8 anos

4
Anastácio

Três moradores em Anastácio são presos com maconha comprada em boca de fumo na Capital

Vídeos

Ministro do Turismo lança em Bonito programa para geração de empregos e renda no MS

Com atrações tradicionais e elenco de programa de TV, circo é atração para família

Bombeiros resgatam gatinhos presos no motor de veículo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min18 max27

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.
min18 max27

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,76m
Miranda
2,74m
Paraguai
3,91m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Será...

Fausto Matogrosso

O Brasil diante do mundo

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EDUCAÇÃO, QUEM PRECISA?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Heraldo Alan K. J. de Paula - Radiologista

Rua Duque de Caxias, 645 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2279
Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Pólo General Rondon

, Distrito de Taunay - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Supermercados

Mercado e Açougue Vale Verde

Antonio João esquina com Rua dos Ferroviários, - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais
508110528