A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Policial

Maníaco da Cruz será transferido para Campo Grande nesta quarta

Jovem foi preso no Paraguai e estava em delegacia de Ponta Porã. Decisão judicial determina internação em unidade psiquiátrica.

1 MAI 2013 - 11h35min
G1 MS
O jovem conhecido como Maníaco da Cruz, de 21 anos, será transferido de Ponta Porã para Campo Grande, nesta quarta-feira (1º), segundo informações do delegado Alexandre Amaral Evangelista. O rapaz foi preso em Horqueta, Departamento de Concepción, no Paraguai, após ter sido reconhecido por um casal de paraguaios.
 
O Maníaco da Cruz foi levado para a 2ª delegacia em Ponta Porã, a 346 km de Campo Grande, na segunda-feira (29) e mantido em separado dos demais presos. Ele foi entregue às autoridades brasileiras no início da noite de segunda-feira (29) na cidade de Pedro Juan Caballero, fronteira do Paraguai com o Brasil em Mato Grosso do Sul. O rapaz havia fugido no dia 3 de março da Unidade Educacional de Internação (Unei).
 
O rapaz ganhou o apelido após matar três pessoas em 2008. Ele cumpriu três anos de medida socioeducativa na Unidade Educacional de Internação (Unei) de Ponta Porã, mas permaneceu no local por mais um ano. No período passou por perícia psiquiátrica que atestou que ele apresentava distúrbios e que poderia voltar a matar. Em 2012, a Justiça determinou que ele osse encaminhado para uma instituição psiquiátrica. O maníaco fugiu da Unei no dia 3 de março deste ano, antes que a medida judicial fosse cumprida.
 
Prisão
 
O Maníaco da Cruz foi preso pela Polícia Nacional do Paraguai na cidade de Horqueta, no Departamento de Concepción. Segundo a Polícia Civil, o jovem não tem registro de crimes no Paraguai. Ele foi detido porque estava em situação irregular no país vizinho e depois foi deportado para o Brasil.
 
Caso
 
Aos 16 anos, de  julho a outubro de 2008, o jovem matou três pessoas na cidade de Rio Brilhante, a 160 km de Campo Grande. Segundo informações da Polícia Civil, antes de serem mortas, as vítimas eram obrigadas a responder uma série de perguntas sobre o comportamento sexual delas. O jovem assassinava aquelas que ele julgava como ?impuras?. Ele ficou conhecido como Maníaco da Cruz porque, após o crime, colocava os corpos em sinal de crucificação. No dia 10 de outubro daquele ano, foi apreendido e confessou os crimes.
 
Pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o período máximo de detenção ao qual um adolescente está sujeito é de três anos. Quando o jovem completou 19 anos, a Justiça determinou que ele continuasse na Unei até passar por uma perícia psiquiátrica. O laudo constatou que o suspeito apresenta distúrbios de conduta e que é incapaz de conviver em sociedade, pois poderia voltar a matar.
 
Desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul determinaram, no dia 1º de março de 2012, que ele fosse encaminhado a uma instituição psiquiátrica, o que ainda não foi viabilizado. Foi estabelecido que, caso o governo não tenha uma instituição adequada para abrigá-lo no estado, deve pagar pela sua internação em uma clínica particular.
 
Tiros
 
A Polícia Civil de Ponta Porã abriu inquérito para apurar um disparo de arma de fogo ocorrido dentro da delegacia do Maníaco da Cruz, na noite de terça-feira (30). Alexandre Amaral informou que ninguém ficou ferido e o policial que estava no local será ouvido. Antes de ser tranferido, o rapaz foi submetido a exame de corpo de delito, no Instituto Médico Legal (IML), e não ficou ferido, segundo o delegado.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem assassina jovem em carvoaria de fazenda na Estrada do Taboco

2
Policial

Jovem é assassinado com três tiros após emboscada durante a madrugada

3
Policial

Homem agride mulher e a deixa nua no Jardim Independência

4
Aquidauana

Mulher busca ajuda para encontrar parentes de sua mãe, que não os vê há 53 anos

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DE VOLTA AO MEIO DO MUNDO (E AO ...

Manoel Afonso

Falta honra, sobra esperteza.

Ver Mais Colunas
498110796