A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
11 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Tragédia

Morador em Anastácio morreu carbonizado com o pai em acidente na BR-262

Familiares compareceram à delegacia para identificá-los; o velório deve acontecer em Campo Grande

9 AGO 2017 - 16h39min
Da Redação

A Polícia Civil divulgou oficialmente o nome das duas pessoas que morreram carbonizadas em acidente de trânsito ocorrido na noite de ontem, na BR-262, em Dois Irmãos do Buriti. As vítimas são André Luiz Loureiro Ribas, 29 anos, e o pai Erasmo Flávio Siqueira Ribas, 49 anos. Os dois são naturais de Jardim, mas André, casado, residia em Anastácio. Familiares compareceram à delegacia para identificá-los. O velório deve acontecer em Campo Grande.


Conforme noticiado, os corpos foram encontrados carbonizados na BR, a cerca de 500 metros do trevo que dá acesso a Dois Irmãos do Buriti. Em razão das chamas, os documentos haviam sido destruídos, o que dificultou identificação imediata. A polícia trabalha com a hipótese de que o carro deles, modelo Fiat Uno, tenha batido de frente com outro carro ou então na traseira de um veículo pesado. O outro condutor fugiu do local e vai responder por homicídio culposo (quando não há intenção) e por ter fugido.

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Jovem é esfaqueado nas costas no Parque de Exposições

2
Aquidauana

Grupo bebe engradado de cerveja em lanchonete do Bairro Alto e foge sem pagar

3
Aquidauana

Idoso paga R$ 10 por programa e acusa mulher de furto no Guanandy

4
Policial

Tenentes da Marinha são presos levando armas e mais de 1000 munições para RJ

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,67m
Miranda
7,36m
Paraguai
1,86m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: HISTÓRIAS FEITAS DE GENTES E D...

Valdemir Gomes

Re...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Estudo de caso

Ver Mais Colunas
498110542