A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
15 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Campo Grande

Mulher confessa assassinato do ex-marido após 15 anos de agressões

Suspeita se apresentou em Aquidauana e confirmou o uso de um bastão para golpear a cabeça do ex

6 DEZ 2017 - 08h30min
DValentim

Em depoimento na 1ª DP de Aquidauana, Dirleia Patrícia Monteiro Paes, 39 anos, suspeita de matar o ex-marido, o empresário Ivan Júnior Marquezan da Cunha, em Campo Grande, disse que sofreu violência doméstica por 15 anos e confessou que usou um bastão do tipo ‘tacacá’, para matar o marido.

Apresentava hematomas pelo corpo, a suspeita detalhou ao delegado titular da 1ª DP de Aquidauana Eder Oliveira Moraes, que sofreu agressões do ex-marido durante os 15 anos em que foi casada com o empresário.

A mulher confessou a autoria do crime e afirmou ter usado um objeto, denominado pela suspeita como tacacá, para atingir a cabeça do homem. O bastão fazia parte da decoração da casa.

Ainda de acordo com o delegado, a mulher negou ter pegado dinheiro do ex-marido, mas confirmou ter ido até o escritório após o crime, desligado a luz e retirado a bateria do sistema de alarme. Fato que impediu as filmagens. A alegação foi questionada, diante do depoimento da filha do casal, que alegou o sumiço de R$ 200 mil do pai.

Dirleia se apresentou na tarde desta terça-feira (5), em Aquidauana, quatro dias após o crime. Ela chegou na unidade policial acompanhada de dois advogados.

Caso

O empresário Ivan Junior Marchezan da Cunha, de 55 anos, morreu depois de ser atingido por uma paulada na cabeça. O ferimento, em princípio, foi causado por um taco de beisebol, na madrugada de sexta-feira (1º).

A ex-mulher foi apontada como a principal suspeita de matar o empresário em casa, segundo afirmou o delegado Valmir Moura Fé, responsável pelas investigações.

O crime só foi descoberto pela polícia no início da tarde desta sexta, depois que policiais acompanhados da filha do casal foram até a residência, na Rua Vicente Solari, na Vila Bandeirantes.

Ivan estava sobre uma cama, já sem vida, quando foi encontrado. Segundo o delegado, na casa há vários sinais de luta corporal, como vidros quebrados. 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Corpo de ex-presidente da OAB de Aquidauana é encontrado carbonizado na BR-419

2
Anastácio

Suspeito da morte de ex-presidente da OAB é preso no Bairro Alto

3
Aquidauana

‘Muito alegre’: amigos lembram com carinho de Severino Alves de Moura

4
Aquidauana

Jornal divulga matéria e incomoda empresário, que solicita nota de esclarecimento

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,11m
Miranda
7,09m
Paraguai
1,86m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

Odilon lidera, André o mais rejeitado

Robinson L Araujo

TENDO UM SONO RESTAURADOR

Rosildo Barcellos

Pequenas reflexões sobre o Biodireito

Ver Mais Colunas
498110446