A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Dois Irmãos do Buriti

Mulher é internada para tirar útero e morre com intestino perfurado

Médico diz que pós-cirúrgico não apresentou suspeitas da intercorrência, que é rara

5 SET 2017 - 08h24min
campo grande news

Na última terça-feira (29), Julia dos Santos Rodrigues, de 47 anos, entrou na na sala de cirurgia do Hospital Municipal Cristo Rei, em Dois Irmãos do Buriti, para retirar o útero. Na sexta-feira (1), Julia faleceu no Hospital Regional de Campo Grande, por infecção generalizada. Ela teve o intestino perfurado, complicação rara que a família atribui a um erro médico.

O profissional responsável pela  operação, o obstetra e médico do município há 15 anos, Mário Katayama, admite que houve a compliação, sem que a equipe pudesse prever. Segundo ele, Julia teve alta na quinta-feira (31) pela manhã, período em que, de acordo com o médico, a paciente não apresentou nenhum sintoma suspeito.

A família, ainda assim, alega negligência durante o procedimento, e agora pretende registrar boletim de ocorrência contra o médico. É o que relatou uma prima de Julia, fisioterapeuta de 39 anos, que preferiu não ter o nome revelado.

"Ela fez a extração do útero, que era uma cirurgia simples, só que perfurou mais de 2 cm de intestino e as fezes vazaram. Na quinta, depois de ter sido liberada, mandaram ela pra Aquidauana. Os médicos não quiseram botar a mão, mas encaminharam já na sexta de madrugada para o Rosa Pedrossian. Fizemos todos os exames e constataram que tinha rompido, tinha muitas fezes espalhadas no abdômen", conta.

Segundo a fisioterapeuta, a equipe médica do Hospital Regional chegou a retirar os pontos e tentar limpar a região atingida, na tentativa de reverter o quadro, o que não foi possível. "Ela foi entubada, tiveram até que cortar o intestino. Ou seja mesmo que tivesse sobrevivido, já teria problemas", comentou.

Outro lado - O médico Mário Katayam relatou que trabalha há 15 anos no município, e explicou que a lesão no intestino durante uma cirurgia de retirada do útero não é comum.

"A complicação ocorreu sem que a gente possa prever. Não dá pra gente adivinhar isso. Nunca tivemos uma caso com resultado trágico. Mas não é comum, acontece as vezes quando tem alguma aderência que não é esperada, existe uma porcentagem que é baixa".

Conforme explicou, a cirurgia foi realizada com a presença de toda a equipe médica: cirurgião auxiliar, equipe anestésica e equipe de enfermagem. Mário relatou que Julia voltou novamente ao Hospital na quinta-feira durante a tarde, ocasião em que outro médico plantonista teria realizado exames que não identificaram o que teria ocorrido com a paciente. Segundo Mário, a perfuração no intestino só foi identificada na sexta-feira (1) pela equipe do Hospital Regional.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

'Gordinho da moto preta' que aterrorizava Aquidauana e Anastácio disse que 'roubava por prazer'

2
Policial

Homem procura Polícia Civil para 'denunciar' conversa de esposa com desconhecido no WhatsApp

3
Policial

Após investigação policial, mulher é presa por tráfico de drogas no Cristo Rei

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece 6 vagas de emprego nesta sexta-feira

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

DEPRESSÃO NÃO É FRESCURA.

Rosildo Barcellos

Andar por Andar !

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: AFINAL, PARA QUE SERVE UM PÓS-D...

Ver Mais Colunas
498110676