A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de fevereiro de 2019
Anuncie Aqui
8494
Policial

Mulher é presa acusada de explorar sexualmente dez mulheres em bar de Corumbá

Proprietária de estabelecimento disse à polícia que há dois anos realiza este tipo de ação

26 ABR 2013 - 10h50min
Correio do Estado
Ação de combate a exploração sexual realizada em Corumbá resultou na prisão em flagrante de G.F.L, de 39 anos, conhecida como 'Rose'. Ela é proprietária de um bar que funcionava como ponto de prostituição.
 
"No local encontramos cerca de 10 mulheres se prostituindo e vários clientes. O lugar era voltado para prostituição local, ou seja, não era voltado para turistas, pois ele tem uma característica própria, funcionava durante o dia. Nos fundos do bar havia um quarto com cama, era alugado pela ?Rose' por uma quantia, que além do aluguel, fornecia o preservativo. Por dia, eram feitos de 8 a 10 programas. Por esse motivo, de tirar proveito da exploração sexual dessas mulheres, é que ela foi detida e acabou confessando na Delegacia que há cerca de dois anos realiza este tipo de ação", explicou a delegada Priscila Anuda Quarti Vieira, titular da Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso (DAIJI).
 
Além da proprietária do bar, foram encaminhados à delegacia as dez mulheres que estavam se prostituindo, uma funcionária do local e mais três clientes. Um dos clientes foi autuado por portar droga para consumo pessoal, pois foi flagrado com três trouxinhas de maconha. "Todas essas pessoas foram ouvidas e apresentaram a mesma vertente, de que o local, era usado para a prática da prostituição e esse fator, reforçou nossos argumentos, provaram que as denúncias eram verídicas e a proprietária foi presa", comentou a delegada.
 
De acordo com o Código Penal Brasileiro, o rufianismo (cafetinagem) é considerado crime com pena de um a quatro anos de prisão, mais multa, e sua definição é dada como "tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça". Em casos, onde há "emprego de violência ou grave ameaça", a pena pode variar de dois a oito anos de reclusão, além da multa.
 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem que furtou corpo de cemitério em Dois Irmãos foi expulso da PM há 21 anos

2
Policial

Após foto no Facebook, PMA localiza e multa caçador de jacaré

3
Policial

Dono de conveniência é preso por clonar placa de viatura da Receita Federal

4
Aquidauana

No Serraria, ruas viram rio de lama e moradores culpam equipes das obras de esgoto

Vídeos

1º Leilão Direito de Viver

Ciclista sofre fratura após ser atropelado por caminhão

Despedida do Pe. Thiago Machado

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max35

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min23 max35

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Um...

Robinson L Araujo

QUANDO A FAMÍLIA FAZ DO PERDÃO UMA PONTE DE RESTAURA...

Raquel Anderson

Morrer na lama!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Supermercados

Mercearia e Bar Toquinho

Marechal Mallet, 914 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-5525
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 3

Rua Teodoro Rondon, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2230
Camping

Camping Pequi - Estrada da Margem Esquerda

, - 79210-000 Anastácio/MS (55) (67) 3245-0949/ www.pantanalpequi.com.br
Ver Mais
508110802