A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de setembro de 2018
Anuncie Aqui
8500
Dados

Número de apreensão de drogas em MS aumenta 42% em 2017

Estado está entre os que mais apreendem drogas no País

14 JAN 2018 - 09h57min
Assessoria/Sejusp

Dos estados brasileiros Mato Grosso do Sul está entre os que mais apreendem drogas. Ao longo de 2017 as polícias do Estado tiraram de circulação 427,5 toneladas de entorpecentes, batendo o próprio recorde de apreensões – de pouco mais de 300 toneladas em 2016.

Com ações diferenciadas, a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), o 14º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (BPMRv), o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e a Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) são as responsáveis pelo maior número das apreensões. Elas atribuem o recorde de drogas tiradas de circulação no ano de 2017 a integração das forças policiais, aos investimentos que vem sendo feitos por parte do Governo do Estado e principalmente ao trabalho de inteligência dos organismos de segurança pública no Estado.

Para o comandante da Polícia Militar Rodoviária, tenente-coronel Luiz Carlos, o trabalho nas estradas e o apoio constante da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), com a aquisição de novas viaturas e armamentos, são fatores que tem contribuído para o aumento de apreensão de drogas.

“Embora a nossa missão principal seja a fiscalização das rodovias estaduais, devido a nossa posição geográfica também temos intensificado a atuação no combate aos crimes transfronteiriços, ações essas que fizeram com que atingíssemos a marca histórica de apreensão de drogas, totalizando mais de 86 mil quilos de entorpecentes. Tenho certeza que esse resultado só foi possível graças a presença marcante dos nossos policiais nas estradas e o trabalho do Governo do Estado no sentido de manter a tropa motivada, fazendo com que a nossa meta fosse superada não somente em relação às drogas, mas no combate a outros crimes como o contrabando de cigarros”, destacou o comandante da Polícia Militar Rodoviária.

Diretamente ligado à Sejusp, o DOF realiza o policiamento ao longo da faixa de fronteira e, somente em 2017, tirou de circulação quase 100 toneladas de drogas, superando as apreensões realizadas em todo ano de 2016 que chegaram a mais de 60 mil quilos. O comandante em exercício do departamento, tenente-coronel Gilberto Leite de Oliveira, afirma que esse resultado se deve as novas estratégias adotadas pela direção DOF, entre elas as ações integradas das áreas inteligência das polícias do Estado e também de outras localidades do país como São Paulo, Minas Gerais, Goiás, entre outros. “As medidas adotadas estão produzindo efeitos positivos para a segurança pública, e os números demonstram isso”, afirma o comandante do DOF.

Atuando em todo o Estado, a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar) tem investido cada vez mais no trabalho de inteligência para realizar ações com o objetivo de desarticular as organizações criminosas que são, na maioria das vezes, responsáveis pelo abastecimento de pontos de vendas de drogas nos municípios do Estado e na Capital.

“Temos desenvolvido um trabalho de campo por meio das equipes de investigação, que tem sido responsável por tirarmos de circulação grandes traficantes. Podemos citar como exemplo recente a operação Ostentação, responsável pela prisão de 40 pessoas, apreensão de três toneladas de entorpecentes e vários automóveis de luxo”, enfatizou o delegado titular em exercício, Gustavo Ferrari. A Delegacia Especializada da Polícia Civil tirou de circulação no ano passado 257,2 quilos de cocaína e 7,2 toneladas de maconha.

Dados da Sejusp apontam que nos últimos cinco anos as apreensões de drogas cresceram mais de 200%, saltando de 136,2 mil quilos em 2013 para 427,5 toneladas em 2017.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Suspeito de estuprar menina de 9 anos, idoso atraía criança com doces e refrigerante

2
Aquidauana

Com Alzheimer e depressão, Janita consegue extrair o melhor das pessoas

3
Aquidauana

UFMS suspende os cursos de Letras e Turismo em Aquidauana

4
Policial

Pintor é atacado e morto dentro de estacionamento

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
2,74m
Aquidauana
5,64m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Difícil...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: INSENSATEZ

Robinson L Araujo

AMAR PARA SER AMADO

Ver Mais Colunas
498110751