A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8502
Anastácio

Paulistanos são multados pela PMA por pesca ilegal no rio Miranda

Homens foram multados em R$ 1.500

21 SET 2017 - 15h38min
Da Redação

Policiais militares ambientais realizavam patrulhamento fluvial ontem (20) à tarde, no rio Miranda, no município de Anastácio e autuaram três pescadores, residentes em São Paulo (SP), por pescar sem autorização ambiental.


Os pescadores, de 49, 42 e 52 anos, foram surpreendidos quando estavam em uma embarcação, nas proximidades do pesqueiro do Davi, a 50 quilômetros da cidade, iniciavam a pescaria e ainda não tinham capturado nenhum pescado. Com eles foram aprendidos um barco, um motor de popa e três molinetes com varas. Cada infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 500, perfazendo R$ 1.500.


Alerta

A pesca sem licença não é crime ambiental, porém, a PMA alerta que é documento necessário para a pesca no Estado e sua falta caracteriza-se como infração administrativa, que prevê, além da multa mínima de R$ 300 até a máxima de R$ 10 mil, a apreensão de barco, motor, produto e material da pesca, bem como veículos utilizados.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Briga de casal termina com dois esfaqueados no Nova Aquidauana

2
Aquidauana

Maratonista que morreu após queda pode ter sofrido crise epilética

3
Geral

Acidente frontal mata 3 na MS-157 e pode ter ocorrido durante ultrapassagem

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece duas vagas de emprego nesta segunda-feira

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Professor: Faça Voar o Cisne Que Há em Você!

Rosildo Barcellos

A Abjeção do Opróbrio

Ver Mais Colunas
498110668