A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
15 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Pesca predatória

Pescador é multado em R$ 1,8 mil após ser flagrado com anzóis e redes no Rio Coxim

8 OUT 2017 - 12h02min
DValentim

Durante operação de fiscalização preventiva no rio Coxim, Policiais Militares Ambientais que trabalham na operação pré-piracema prenderam ontem (7) no final da tarde, um pescador de 58 anos, por pesca predatória. A PMA encontrou o pescador, que praticava pesca com uso de redes, tarrafas e anzóis de galho (petrechos proibidos).

O infrator já havia capturado 20 kg de pescado, apesar de iniciar a pescaria. Os peixes apresentavam marcas de captura por petrecho de emalhar (rede e tarrafa) e ainda havia exemplares capturados abaixo da medida permitida pela legislação. O pescado, duas tarrafas, uma rede de pesca e 40 anzóis de galho foram apreendidos.

O infrator, residente em São Gabriel do Oeste, recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material, à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, onde ele foi autuado em flagrante por crime de pesca predatória. O infrator poderá pegar pena um a três anos de detenção. A PMA também o autuou administrativamente e o multou em R$1,8 mil.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Corpo de ex-presidente da OAB de Aquidauana é encontrado carbonizado na BR-419

2
Anastácio

Suspeito da morte de ex-presidente da OAB é preso no Bairro Alto

3
Aquidauana

‘Muito alegre’: amigos lembram com carinho de Severino Alves de Moura

4
Aquidauana

Jornal divulga matéria e incomoda empresário, que solicita nota de esclarecimento

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,11m
Miranda
7,09m
Paraguai
1,86m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

Odilon lidera, André o mais rejeitado

Robinson L Araujo

TENDO UM SONO RESTAURADOR

Rosildo Barcellos

Pequenas reflexões sobre o Biodireito

Ver Mais Colunas
498110412