A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Agosto de 2017
Anuncie Aqui
8463
Golpe

PF descobre fraudes que garantiam auxílio-reclusão a parentes de presos em MS

Esquema foi desmantelado ontem, durante a Operação Extemporâneos

26 JUL 2017 - 16h17min
Da Redação

A Polícia Federal prendeu ontem (25), em Campo Grande, um homem de 62 anos por fraude no benefício auxílio-reclusão, que é concedido a parentes de presos, pela Previdência Social. O crime consistia em criar falsos vínculos empregatícios através de lançamentos fraudulentos no sistema da Previdência Social, além de falsas anotações em Carteiras de Trabalho e em Livros de Registros de Empregados, para que dependentes de presos conseguissem receber auxílio-reclusão.


Para o recebimento desse tipo de benefício é necessário que o preso tenha a condição de segurado junto ao INSS na data da prisão, o que não ocorria em nenhum dos casos investigados. Com a criação dos falsos vínculos, a intenção era permitir que esses presos conseguissem o auxílio reclusão a que legalmente não teriam direito.


Operação


A Operação Extemporâneos foi executada pela Superintendência Regional da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul, por meio da Delegacia de Combate aos Crimes Previdenciários (Deleprev), em conjunto com a Coordenação de Inteligência Previdenciária do Ministério da Fazenda (Coinp). Além do mandado de prisão preventiva, foi cumprido um mandado de busca e apreensão. O homem foi preso dentro de seu carro quando já empreendia fuga para o Paraguai. No interior do veículo, foram apreendidos diversos documentos que corroboram as provas colhidas na investigação.


Conforme o apurado até o momento, não havia participação das empresas em nome das quais eram registrados os falsos vínculos. Os prejuízos aos cofres públicos causados pela ação delituosa, até agora calculados, somam R$ 292 mil (duzentos e noventa e dois mil reais), que foram repassados indevidamente a título de auxílio-reclusão.


O mandado de prisão foi expedido pela Justiça Federal de Campo Grande, pois havia evidências de que o investigado pretendia fugir para a região de fronteira com reais possibilidades de se esconder no Paraguai. Através das buscas foram apreendidos diversos documentos referentes às fraudes apuradas. O homem preso, natural de Porto Murtinho e residente em Campo Grande, encontra-se custodiado na SR/PF/MS à disposição da Justiça Federal.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Morador flagra ladrão dentro da garagem de casa

2
Geral

Três pessoas ficam feridas depois de carro sair da pista na rodovia BR-262

3
Geral

Rua cheia de buracos é alvo de protestos de moradores depois da volta da chuva

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece uma vaga de emprego

Vídeos

Indígenas fecham BR-262, acesso a Taunay

3º Desafio Mountain Bike - Piraputanga MS

18 Festival de Inverno de Bonito

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,30m
Miranda
2,12m
Paraguai
4,24m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Imposto Territorial Rural de 2017: muda o ano, os probl...

Valdemir Gomes

Tamanduá...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Aquidauana...quais caminhos percorrerá?

Ver Mais Colunas
481710642