A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
25 de fevereiro de 2018
Anuncie Aqui
8506
Policial

PMA apreende mais de dois mil metros de redes de pesca

2 AGO 2007 - 15h43min
notícias ms

Policiais militares ambientais de Bataguassu autuaram ontem(1º) um homem residente em Presidente Epitácio (SP), que praticava pesca predatória no rio Paraná, fazendo uso de petrechos proibidos (redes de pesca).


Com ele foram apreendidos um motor de popa, um barco de alumínio, mil metros de rede de pesca e 15 quilos de pescado, com sinais de captura por malha. O autuado recebeu multa de R$ 1.500,00 e responderá também pelo crime ambiental cometido, podendo pegar pena de 1 a 3 anos de detenção, caso seja condenado. Os policiais ainda retiraram do rio mais 1,5 km de rede de pesca, não sendo identificados os proprietários do material.


Licença de pesca
Para evitar irregularidades, os interessados em pescar nos rios de Mato Grosso do Sul devem adquirir a licença ambiental de pesca. A autorização é individual, tem validade trimestral ou anual, é obrigatória para pesca embarcada ou desembarcada (em barrancos dos rios) e pode ser adquirida nas agências do Banco do Brasil, ou pelo site http://www.supema.ms.gov.br/boleto/index.htm .


Após a pescaria, o turista deve passar em um posto da PMA para preenchimento da guia de controle,  que comprova a origem e permite o transporte do pescado em Mato Grosso do Sul e em outros estados. "A licença e a guia de controle permitirão à Polícia Militar Ambiental avaliar o controle da pesca e dos recursos naturais em todo o Estado, além de informar sobre o comportamento e os destinos dos turistas", garante o tenente Darci Caetano dos Santos.


Este ano, a cota permitida de pescado por turista voltou aos limites dos últimos anos. Por lei, o pescador amador pode capturar e transportar no máximo 10 quilos de peixe, além de um exemplar de qualquer peso e mais cinco piranhas. Além disso, é preciso ficar atento às medidas mínimas dos peixes, evitando transtornos: piraputanga 30cm; curimbatá e piavuçu 38cm; pacu 45cm; dourado e barbado 60cm; pintado e cachara 80cm; jaú 95cm.


Informações 


A pesca ilegal é crime ambiental e o infrator está sujeito às penas previstas por lei como multa, apreensão do material e até prisão, dependendo da infração cometida. Para sanar dúvidas, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, (Semac) disponibilizou dois telefones de atendimento à população: 3318-5615 e 3318-5647 (Gerência de Recursos Pesqueiros e Fauna). Para receber denúncias, a Polícia Militar Ambiental disponibiliza um telefone de atendimento: 3314-4920.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Mulher é furtada em mercado de Anastácio

2
Policial

Atropelamento mata idoso de 77 anos que tentava atravessar via

3
Policial

Homem mata irmão a facadas na frente da esposa depois de tarde de bebedeira

4
Aquidauana

Campanha arrecada donativos para famílias desabrigadas em Aquidauana

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,68m
Miranda
6,90m
Aquidauana
8,40m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quanto...

Robinson L Araujo

FORTALECENDO O RELACIONAMENTO DENTRO DO CASAMENTO

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: PELAS ESTRADAS DA VIDA (E DE MAT...

Ver Mais Colunas
498110493