A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
24 de Março de 2017
Anuncie Aqui
8214
Política

André assina termo de acordo para instalação de montadora de helicópteros

30 JUN 2012 - 10h20min
Notícias MS
Mato Grosso do Sul terá uma inédita e inovadora indústria, no ramo aeronáutico.  ?O que nos motivou a vir em primeiro lugar foi o empenho, a vontade do governo do Estado de ter uma unidade fabril desta natureza. O governo está disposto e isso nos interessa muito?, resumiu Paulo Almada, consultor geral da Defense Participações Ltda, responsável pelas negociações para a instalação de uma montadora de helicópteros em Mato Grosso do Sul.
 
O governador André Puccinelli autorizou nesta sexta-feira (29) a concessão de benefícios fiscais para a instalação da indústria de montagem. A unidade industrial será implantada na cidade de Campo Grande e o local deve ser definido ainda este mês. As discussões iniciais são para que a unidade fabril seja implantada na área do Aeroporto Santa Maria, localizado na saída para Três Lagoas.
 
Por seu caráter inovador, que vem para ampliar e diversificar ainda mais a base econômica de Mato Grosso do Sul, o empreendimento está sendo beneficiado pelas ações do Programa Estadual de Fomento à Industrialização, ao Trabalho, ao Emprego e à Renda (MS-Empreendedor) e MS Forte. Durante a assinatura dos documentos, o governador fez questão de dizer ao grupo de empresários que o estado é parceiro. ?Só temos que agradecer a vinda do grupo e queremos destacar a certeza de que vamos trabalhar em conjunto. Podem contar com o governo do estado?, destacou.
 
Durante a assinatura de concessão de incentivos, o consultor geral da empresa, Paulo Almada, disse que os incentivos fiscais para a vinda da montadora foram importantes, como doação de terreno, e isenções de tributos, mas que a disposição do governador e da bancada federal foram decisivos. ?Quando você fala em produtos tecnológicos, o empenho do governo é importante. Agora quando há empenho por parte do governador, dos secretários, da bancada, a coisa tende a acontecer com mais facilidade. Uma das características dos documentos assinados hoje é que seremos tratados pelo governo do estado como empresa estratégica e isso foi decisivo?, ressaltou.
 
Paulo Almada explicou que a empresa consultou outros estados - não quis citar quais -, porém fez questão de ressaltar o empenho de Mato Grosso do Sul para a instalação da fábrica. ?Não fizemos leilão, consultamos, sim, outros estados, mas o que pesa para este tipo de empreendimento é o envolvimento muito próximo ao governo e isso conta em 80% numa decisão?, comentou.
 
Tecnologia e Desenvolvimento
 
A empresa Defense, captadora de investimentos no exterior firmou parceria com a RKF Tecnologia e a americana Enstrom Helicópteros. Em Mato Grosso do Sul, de acordo com o consultor geral, Paulo Almada, o objetivo será atender a demanda do mercado brasileiro com helicópteros de três e cinco lugares. O helicóptero de pequeno porte é muito utilizado no Brasil e não será um concorrente imediato da empresa Helibrás, instalada em Minas Gerais. ?Os modelos produzidos são o Piston e o Turbine, mas a intenção em Mato Grosso do Sul é o turbine. Seremos a primeira unidade industrial tecnológica de grande porte e uma bandeira do estado para atrair outros investimentos?, disse Almada.
 
De acordo com a empresa, o objetivo é produzir 50 helicópteros por ano e já conta com a encomenda de dez unidades para o ano de 2013 que vai atender o mercado brasileiro. ?A primeira fase da unidade estará pronta em meados de março do ano que vem. Posteriormente pretendemos ter uma unidade de manutenção de grande porte para atender toda a demanda do mercado brasileiro. Inicialmente nosso mercado começa aqui e segue para o norte do Brasil. Não existem dois governadores que tivessem empenho tão grande, favorável para a implantação da nossa indústria. Com certeza, o estado entra no mapa tecnológico aero espacial mundial?, salientou.
 
A produção será feita com 70% dos componentes importados e 30% de origem nacional. A intenção do grupo é trabalhar no desenvolvimento de uma cadeia de fornecedores para aumentar de forma gradual o fornecimento de matéria prima local. Os investimentos são de R$ 300 milhões, mas a obra inicial contar com recursos de R$ 110 milhões e geração de 290 postos de trabalho. Na segunda fase de instalação serão investidos mais R$ 120 milhões, chegando a geração de 550 empregos.
 
Participaram da reunião o deputado federal Edson Giroto, a secretária de Estado de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, além de representantes da Secretaria de Estado de Fazenda e da Seprotur.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

“Estamos chocados”, diz morador de Rio Negro sobre crime bárbaro desta quinta feira

2
Policial

Capitania Fluvial instaura inquérito administrativo para apurar afogamento da menina Laura

3
Aquidauana

Concurso da Uems tem 7 vagas para níveis médio e superior em Aquidauana

4
Policial

Homem aborda jovem com camisa aberta e penis de fora

Vídeos

Criança ainda está desaparecida nas águas do Aquidauana

Incêndio em residência em Anastácio

Lançamento de Obras em Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,59m
Miranda
2,0m
Paraguai
1,10m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: MEIAS PALAVRAS

Raquel Anderson

Feminice!

Ver Mais Colunas
472810706