A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
11 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
8504
Política

Governador promete retirar interpelação contra Pedro Teruel

18 SET 2007 - 14h59min
assembleia legislativa de MS

Após reunião com os 24 deputados estaduais, o governador André Puccinelli (PMDB) anunciou que irá retirar a interpelação judicial contra o deputado estadual Pedro Teruel (PT). Ele se considerou satisfeito com a afirmação do petista, de que não o acusou de fabricar ou manipular os números referentes à distribuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) referente ao município de Dourados.


"O Teruel disse que não falou em fabricação (de números. Não me sinto ofendido", destacou o governador, ao deixar a reunião. Ele disse que respeita a Assembléia Legislativa como instituição. Também anunciou a efetivação do conselho para acompanhar o repasse do ICMS aos 78 municípios sul-mato-grossenses.


Puccinelli esclareceu que 54 cidades, incluindo Dourados, recorreram contra os índices de repasse do tributo às prefeituras deste ano, que valerão em 2008. Sobre Dourados, o governador explicou que houve redução na atividade econômico e no valor adicionado, o que teria contribuído para a redução no repasse do ICMS.


O líder do PT, deputado estadual Pedro Kemp, destacou que nada será retirado, porque Pedro Teruel não acusou o Governo de fabricar ou manipular os números. "O Teruel não ofendeu pessoalmente o governador", frisou Kemp. O presidente da Assembléia, Jerson Domingos (PMDB), afirmou que prevaleceu o bom entendimento e o bom senso. Ele disse que as picuinhas políticas devem ficar restritas ao palanque e não comprometer o desenvolvimento econômico de Mato Grosso do Sul.


Teruel afirmou que não vai retirar nenhuma palavra, porque não utilizou os termos manipulação e fabricação. Ele leu trechos da transcrição do discurso feito na tribuna para provar ao governador de que não usou termos ofensivos. "Não vou retirar o que eu não falei", disse.


Sobre a interpelação judicial, Pedro Teruel pediu que o processo continue tramitando e seja julgado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Para o líder do PT, a interpelação de um deputado, com imunidade parlamentar, é inédita no Estado de Mato Grosso do Sul e se mostrou desnecessária.

Veja também

Mais Lidas

1
Região

Comerciante de Miranda se assusta com bombons cheios de larvas

2
Policial

Após tiros com bala de borracha e perseguição, PM prende 3 por tráfico

3
Aquidauana

Homem pede ajuda para encontrar casa da irmã após dormir no Cemitério Municipal

4
Aquidauana

Aquidauana: inscrições para vagas com salário de até R$ 6,2 mil terminam hoje

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,59m
Miranda
6,13m
Aquidauana
3,76m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DAR, RECEBER E RETRIBUIR

Robinson L Araujo

JESUS, SACERDOTE FIEL!

Ver Mais Colunas
498110641
SERIEMA 1260