A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
11 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Política

Governo lança o Plano Estadual de Recursos Hídricos

31 JUL 2007 - 09h07min
rmt on line

O governador André Puccinelli lançou nesta segunda-feira, 30, em Campo Grande, o Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH). O processo de elaboração, que vai durar oito meses, permitirá estudos que vão resultar em um anteprojeto de lei para ser votado na Assembléia Legislativa. O objetivo é implantar a gestão compartilhada e o uso sustentável das águas. Juntamente com o Zoneamento Ecológico Econômico, previsto para ser concluído em junho de 2008, o PERH vai subsidiar o desenvolvimento sem passivo ambiental em Mato Grosso do Sul, segundo o governador André Puccinelli.


O trabalho de elaboração do plano de recursos hídricos tem a coordenação nacional e o apoio do Ministério do Meio Ambiente, por meio da Secretaria Nacional de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano e do Departamento de Recursos Hídricos. O secretário nacional, Eustáquio Luciano Zica, ressaltou que a criação dos planos em todos os estados é um compromisso de sustentabilidade não apenas em território brasileiro. "Temos que lembrar que os países vizinhos [geograficamente abaixo do Brasil] consomem os recursos hídricos resultantes da nossa gestão".


O diretor-geral da Agência Nacional de Águas (ANA), José Machado, disse que a agência vai auxiliar o processo, em articulação permanente com o Ministério e com os estados. Amanhã (31) ele participa, em Bonito, de uma reunião com o Comitê de Bacia do Rio Miranda e os órgãos ambientais do Estado que trabalham no PERH.


A Superintendência de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, órgão da Secretaria de Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia, vai cuidar da execução do plano, juntamente com o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Imasul) e o Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Miranda.


Cerca de R$ 1 milhão será investido no trabalho por meio do Programa Pantanal, entre recursos diretos e indiretos. O projeto tem o apoio também da Organização dos Estados Americanos (OEA).


A sociedade civil poderá participar das discussões, por meio de seminários que ocorrerão nas duas primeiras fases do trabalho. A elaboração terá três etapas: a de diagnóstico, a de prognóstico e formatação do plano propriamente dito e a de ações propositivas (ocasião em que fica pronto o anteprojeto de lei).


O PERH será o instrumento de orientação e subsídio para ações e decisões dos órgãos gestores ambientais, de governos e iniciativa privada. Transformados em lei, os estudos vão apontar para um horizonte até 2020.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Grupo bebe engradado de cerveja em lanchonete do Bairro Alto e foge sem pagar

2
Aquidauana

Jovem é esfaqueado nas costas no Parque de Exposições

3
Aquidauana

Idoso paga R$ 10 por programa e acusa mulher de furto no Guanandy

4
Policial

Tenentes da Marinha são presos levando armas e mais de 1000 munições para RJ

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,20m
Miranda
7,31m
Paraguai
1,82m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: HISTÓRIAS FEITAS DE GENTES E D...

Valdemir Gomes

Re...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Estudo de caso

Ver Mais Colunas
498110516