A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Política

Por 4 a 1, TRE livra prefeito de Aquidauana

Valor da multa contra Zé Henrique foi derrubada de 50 mil para 25 mil UFIRs

9 SET 2013 - 21h31min
redação / Com informações do CG News

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) livrou há pouco o prefeito de Aquidauana, José Henrique Trindade, da cassação de mandato, que havia sido determinada por decisão de primeira instância. Por quatro votos a favor e um contrário, o TRE afastou a cassação e derrubou o valor da multa contra Zé Henrique Trindade, como é mais conhecido, de 50 mil para 25 mil UFIRs.
 

A argumentação principal da defesa de Zé Henrique, que convenceu a maioria dos juízes do TRE, foi a ausência de influência no processo eleitoral pela pouca significância da conduta. ?A decisão deveria ser proporcionalizada e com razoabilidade?, afirmou o advogado do prefeito, José Valeriano Fontoura, referindo-se à sentença do juiz José de Andrade Neto, de Aquidauana.
 

Zé Henrique Trindade foi cassado no começo de junho, mas obteve suspensão da decisão no TRE e conseguiu se manter à frente da Prefeitura de Aquidauana. A decisão de primeira instância, na representação eleitoral nº 626-30.2012.6.12.0010, decorreu de ação proposta pelo Ministério Público e de impugnação de mandato eletivo pedida pela coligação oponente.
 

A cassação decorreu da utilização de servidores da Assembleia Legislativa do Estado em sua campanha eleitoral no ano passado. ?Na denúncia havia acusação de utilização de 14 servidores na campanha do Zé Henrique. A sentença afastou os 14 e disse que era só nove. O parecer da Ministério Público Eleitoral foi de que eram só cinco servidores?, informou Valeriano Fontoura. ?Aí ficou claro que não teve lesividade suficiente para influencia no pleito eleitoral, tanto que o Zé Henrique foi o segundo colocado?, argumentou.
 

O relator do processo, desembargador Josué de Oliveira, votou a favor da reforma da decisão do juízo de primeiro grau, afastando a cassação, sendo seguido pelos juízes Geraldo de Almeida Santiago, Elton Nasser de Melo e Heraldo Vitta. O único voto a favor da manutenção da sentença, embora acatando o pedido de redução do valor da multa, foi o do juiz Nélio Stabile.
 

Segundo colocado na eleição do ano passado, Trindade assumiu em decorrência da cassação do registro do candidato vitorioso eleitoralmente, Fauzi Suleiman (PMDB), que era prefeito. Candidato à reeleição, Fauzi ganhou mas não levou. As duas acusações contra Fauzi no processo que cassou seu registro de candidatura foram a de utilizar o site institucional da Prefeitura para promoção pessoal e outra por irregularidades no programa de assistência social ?Família Feliz?.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem foi executado com tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos

2
Aquidauana

Acidente entre carro, moto e bicicleta no Ovídio Costa II envolve jovem, criança e mulher grávida

3
Aquidauana

Prefeitura convoca mais 34 candidatos aprovados em concurso público

4
Aquidauana

Correntes que circulam pelo WhatsApp deixam população em dúvida sobre o que é real e o que é invenção

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,93m
Miranda
7,07m
Paraguai
1,59m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

PAIS QUE EDIFICAM SEUS FILHOS

Rosildo Barcellos

O Arroubo Âmago do Cedro!

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Ver Mais Colunas
498110641