A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
10 de julho de 2020
Anuncie Aqui
-->
Política

Principal segurança do papa é a 'tradição de paz do povo brasileiro', diz ministro

Para Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência, pontífice verá protestos como 'saúde democrática'

17 JUL 2013 - 16h00min
Agência Estado
O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse nesta quarta-feira, 17, que o papa Francisco vai entender, quando chegar ao Brasil, que os protestos nas ruas fazem parte da "saúde democrática" nacional. A uma semana da Jornada Mundial da Juventude, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) vê as manifestações nas ruas como a maior "fonte de ameaça" à visita do papa Francisco, tanto no Rio de Janeiro quanto em Aparecida (SP). "A principal segurança do papa é o entusiasmo, a tradição de paz e de fraternidade do povo brasileiro. Nós não estamos efetivamente preocupados, a não ser claro com aquilo que é a nossa obrigação de oferecer: apoio logístico, e de segurança a um chefe de Estado que é o que o papa representa e é", disse o ministro a jornalistas, após participar de reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.
 
"Protestos que possam haver fazem parte da democracia. O papa tem se mostrado tão aberto, tão plural na sua concepção, que eu tenho certeza que ele vai saber entender que isso é parte da saúde democrática de um País. Saberemos conviver sem problema e espero, pacificamente, com toda forma de manifestação", afirmou Carvalho. Para o ministro, o importante na Jornada Mundial da Juventude é que se trata de um momento de "renovar a esperança" dos jovens num futuro "melhor e mais fraterno".
 
Alerta. O alerta da Abin foi mostrado em um painel de informações disposto em uma sala do Sistema Brasileiro de Inteligência (Sisbin), dentro da própria Abin, em Brasília. No painel dedicado ao Rio de Janeiro, aparecem seis "fontes de ameaça": incidentes de trânsito, crime organizado, organizações terroristas, movimentos reivindicatórios, grupos de pressão e criminalidade comum. O maior nível de preocupação é com os chamados "grupos de pressão".
 
O protesto de categorias - como centrais sindicais, caminhoneiros e médicos - se enquadra dentro dos "movimentos reivindicatórios", enquanto a Abin considera como "grupos de pressão" manifestações difusas, sem uma causa específica.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Poucos dias após ganhar festa drive thru, Dona Edna falece em Aquidauana

2
Aquidauana

Aquidauana tem três novos casos de coronavírus nesta quinta-feira

3
Aquidauana

Sucesso na fronteira, Baddi chega à Aquidauana com as melhores pizzas e esfihas

4
Policial

Acidente entre carro e caminhão deixa três pessoas mortas em MS

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min13 max30

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min13 max30

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,37m
Miranda
2,09m
Paraguai
1,88m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"-VOCÊ SE DÓI"

Rosildo Barcellos

História e tradição a céu aberto

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Advocacia

Mário Nelson Lima Paiva

XV de Agosto, 1639 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2571 / Res
Empréstimos

Matrix Empréstimos

Av. Manoel Murtinho, 1334 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245-0610
Escolas Municipais

Escola Municipal Ada Moreira Barros

End: Rua João Ferreira Hormondes, s/n Distrito de Cipolândia - 79208-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais