A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de setembro de 2019
Anuncie Aqui
8830-->
Felipe Orro

Projeto de Felipe impede que condenados por crimes de discriminação e preconceito assumam cargos públicos

8 SET 2019 - 09h35min
Assessoria

O deputado estadual Felipe Orro (PSDB) apresentou Projeto de Lei nesta terça-feira (3) que veda a nomeação, no âmbito da Administração Pública  Direta e Indireta, e em todos os Poderes do Estado, para todos os cargos efetivos e em comissão de livre nomeação e exoneração, de pessoas que tiverem sido condenadas por crimes de ódio previstos na Lei Federal 7716/1989, que são resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

“Estamos comemorando 30 anos da criação desta lei, e vemos acontecer sempre mais casos de crimes de ódio que atacam etnias, grupos sociais, raça, cor. Isso não pode ser uma demanda permitida pela sociedade. É um crime que prejudica a todos, a paz social. Com a propagação de tanto ódio, como andaremos nas ruas amanhã? O Poder Público precisa repreender os autores deste tipo de crime”, ressaltou o deputado Felipe Orro.

A vedação contida na proposta do deputado Felipe Orro começa apenas com a condenação em decisão transitada em julgado e vai até o comprovado cumprimento da pena. “Recentemente, os crimes de ódio relacionados à comunidade LGBT foram incluídos, em decisão histórica do Supremo Tribunal Federal, na Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão 26, a enquadrar a homofobia entre os crimes de racismo da Lei Federal 7716/89”, informou.

“Não podemos voltar há mais de cem anos de injustiças por intolerância racial e religiosa. A vida de muitos construiu a democracia em que vivemos. As crises econômicas tem conotação social e moral, e é necessário então uma sociedade consciente, que olhe para o próximo, para o irmão, para que se sintam irmanadas para formar uma sociedade mais justa. O Ministério Público Estadual está de parabéns por ter feito a primeira denúncia do Estado por prática de crime de ódio e intolerância”, conclui Felipe Orro.

O Projeto de Lei segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Casa de Leis, para em seguida, caso tenha parecer favorável, ser apreciado em primeira votação no Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Aquidauanense mata filho de 2 anos afogado para se vingar da ex e acaba preso na Capital

2
Aquidauana

Em velório, bisavó de Miguel diz que ele era pura doçura e muito brincalhão

3
Policial

Avô do menino 2 anos afogado pelo pai atraía crianças com doces e foi preso em flagrante por estupros

4
Aquidauana

Mulher causa confusão, é presa pela PM e danifica viatura em Aquidauana

Vídeos

Celebração de casamento é marcada por cerimônia tradicional de cultura africana

Mulheres tentam entrar em presídio de Dois Irmãos do Buriti com celulares dentro de TVs

Com dedicação e disciplina, Marcos Henrique conquista 1º contrato profissional

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min20 max35

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min20 max35

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,23m
Miranda
1,82m
Paraguai
2,76m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Fausto Matogrosso

NACIONALISMO, CLIMA E FUTURO

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: O QUE TEMOS A COMEMORAR EM MAIS ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Particulares

Escola Irene Cicalise

Rua Cândido Mariano, 374 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3390
Médicos

Erica A. C. de Souza - Cardiologista

Rua Manuel Antonio Paes de Barro, 844 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8816
Academias

Ativação

Rua José Bonifácio, s/n Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2109
Ver Mais
508110692