A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de agosto de 2018
Anuncie Aqui
8496
Política

STF autoriza quebra de sigilos de Renan Calheiros

8 AGO 2007 - 10h57min
campo grande news

O STF (Supremo Tribunal Federal) determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A decisão do ministro Ricardo Lewandowski saiu agora há pouco.


Ontem, o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, entrou com pedido de abertura de inquérito para investigar as denúncias contra Calheiros no STF.


Renan Calheiros é suspeito de usar o lobista Cláudio Gontijo, ligado à empreiteira Mendes Júnior, para pagar a pensão à filha que tem fora do casamento com a jornalista Mônica Veloso. O Conselho de Ética do Senado abriu uma investigação sobre o caso.


A autoridade do presidente do Senado vem se corroendo com o acúmulo de novas denúncias. Na semana passada, o Psol apresentou uma nova representação querendo que o Conselho de Ética do Senado investigue também suspeita de irregularidades na venda de uma fábrica de refrigerantes pertencente à família Calheiros à Schincariol. No sábado, reportagem da revista "Veja" afirmou que Renan teria pago R$ 1,3 milhão em dinheiro vivo, através de laranjas, para adquirir o controle de duas emissoras de rádio em Alagoas. A Mesa Diretora do Senado se reúne hoje para apreciar representação do DEM pedindo investigação sobre a nova denúncia da revista.


A decisão do Supremo tem um impacto forte sobre as investigações do Conselho de Ética. A senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), que integra o trio de relatores do Caso Renan, avaliou disse hoje que com a quebra dos sigilos a investigação vai andar mais rápido.


"Na prática, isso dá à Polícia Federal a liberdade e a autoridade para investigar o presidente, antes a investigação estava restrita às questões levantadas pelo Conselho de Ética", disse Marisa agora há pouco.


A tucana afirmou que a quebra do sigilo reforça o argumento que Renan deveria se afastar da presidência do Senado durante as investigações. "Isso seria fundamental, estamos constrangidos com a presença dele", observou.


Segundo a senadora, haverá uma reunião amanhã para decidir se a representação do Psol e a denúncia sobre as rádios serão apuradas pelo atual trio de relatores na investigação que já está em curso ou se haverá abertura de uma nova investigação do Conselho de Ética.


Vetores - O trio de relatores não atua em conjunto e há boas chances de, ao final da investigação, saírem não um, mas dois relatórios sobre o caso - um de autoria de Marisa e do senador Renato Casagrande (PSB-ES) e outro de Almeida Lima (PMDB-SE), aliado de Renan.


"Tem havido muitas divergências com o Almeida Lima, é possível que acabem saindo dois relatórios, isso tudo vai depender do comportamento dele", revelou a senadora.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Em Aquidauana, amigos se despedem do maçom mais antigo de Mato Grosso do Sul

2
Aquidauana

Nota de falecimento do Sr. Milton Pereira Soares

3
Aquidauana

Homem bate na mulher exigindo dinheiro para comprar drogas e é preso

4
Policial

Homem tem a mão cortada pelo padrasto ao defender mãe de agressões

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
4,63m
Miranda
3,27m
Aquidauana
3,28m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Aqui Estamos Nós, Outra Vez, Mas Vitoriosos!

Raquel Anderson

Jeito aquidauanense!

Ver Mais Colunas
498110601