A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de março de 2019
Anuncie Aqui
8502
Saúde

Fake news são empecilho para aumento da vacinação contra HPV

O problema das fake news não é apenas do Brasil

19 FEV 2019 - 07h03min
Guilherme Henrique

As notícias falsas, chamadas fake news, são empecilho para o aumento da cobertura vacinal do HPV, de acordo com o Ministério da Saúde. Para ampliar o número de adolescentes vacinados e esclarecer a importância da vacina, a pasta quer aproveitar o início das aulas nas escolas para conscientizar jovens e responsáveis. A recomendação é que eles estejam atentos à atualização da caderneta de vacinação.

O problema das fake news não é apenas do Brasil. No início do mês, o Centro Internacional de Pesquisas sobre o Câncer (CIIC) vinculado à Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgou um comunicado alertando para o problema e afirmando que a vacina é segura e indispensável para eliminar o câncer de colo do útero.

O HPV é uma doença transmitida pelo papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais, atingindo meninos e meninas. A vacina só é administrada na adolescência, daí a importância da conscientização.

“O reinício do período escolar é um momento importante para que pais e filhos fiquem atentos à atualização da caderneta de vacinação. A medida evita a ocorrência de doenças entre os adolescentes”, diz o ministério. A pasta esclarece que os falsos rumores são um dos fatores que impedem uma maior cobertura vacinal. Outro fator é que muitos acreditam que não precisam da vacina. 

Cobertura

As doses da vacina são ofertadas pelo Ministério da Saúde, durante todo o ano, nas Unidades Básicas de Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS). A vacina é voltada para meninas com idade entre 9 e 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Eles devem tomar duas doses, com intervalo de seis meses entre elas.

A meta do ministério é vacinar, com as duas doses, 80% dos adolescentes, tanto meninas quanto meninos.

De acordo com a pasta, entre 2014 e 2018, foram vacinadas na faixa etária de 9 a 14 anos, 5,9 milhões de meninas com a segunda dose da vacina, o que representa 49,9% do público-alvo. Em relação à primeira dose, a cobertura vacinal nas meninas é de 70,3%. Já entre os meninos, a cobertura é de 20,1% do público-alvo.

Saúde na Escola

O levantamento Saúde Brasil 2018, do Ministério da Saúde, mostra que a infecção por HPV acomete pessoas de todas as condições sociais, sem distinção. A infecção é transmitida sexualmente ou por contato pele a pele.

O levantamento aponta que a prevalência do HPV no Brasil foi de 53,6%, sendo o HPV de alto risco para o desenvolvimento de câncer presente em 35,2%. O estudo avaliou 7.693 pessoas sexualmente ativas entre 16 e 25 anos.

O Programa Saúde na Escola (PSE), desenvolvido pelos Ministérios da Saúde e da Educação, é uma das iniciativas do governo para incentivar a vacinação dos estudantes. O prazo para os municípios aderirem ao programa vai até o dia 28 deste mês.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Bodoquena

Mulher é agredida e ameaçada com faca pelo próprio filho em Bodoquena

2
Níveis dos Rios

Após fortes chuvas, Rio Aquidauana atinge quase 7 metros

3
Casa do Trabalhador

Casa do Trabalhador encerra a semana com 5 vagas para Aquidauana e região

4
Aquidauana

Prefeitos de Aquidauana e região intercedem junto ao Estado pelo Hospital Regional

Vídeos

CCE Centro Cristão de Ensino leva conhecimento e valores a crianças e adolescentes para a vida toda

Em capotamento, airbag salva motorista da morte em Aquidauana

Incorporação dos Alunos do Núcleo de preparaçao de Oficiais da Reserva (NPOR)

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min18 max30

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min18 max30

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,65m
Miranda
5,48m
Aquidauana
4,23m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nada...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE (NÃO) ADMIRAR: O HORROR

Paulo Corrêa de Oliveira

MISTÉRIOS DA PONTE VELHA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Municipais

Escola Municipal Franklin Cassiano

, Distrito de Camisão - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Supermercados

Casa Portuguesa

Estevão Alves Corrêa, 885 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3266 /3241
Médicos

Carlos Eduardo Nunes - Anestalsiologista

Hospital da Cidade, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3636
Ver Mais
508110706