A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de Outubro de 2017
Anuncie Aqui
8498
Alerta

Idosa morre de infarto e moradores acreditam que calor contribuiu

Aquidauana tem registrado as maiores temperaturas de Mato Grosso do Sul

21 SET 2017 - 10h00min
Da Redação

Uma idosa de 79 anos morreu na noite desta quarta-feira (20) vítima de um suposto infarto. A moradora do Bairro Alto, identificada como Angela Marçal, foi encontrada sentada em uma cadeira de fio e moradores acreditam que o calor possa ter contribuído com o ataque cardíaco.

A idosa que morava com o marido já estava com exames marcados para Campo Grande, pois estava bastante debilitada. Por volta das 19h30, o marido tentou conversar com a idosa, mas percebeu que ela não respondia mais. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas no local constatou com a morte.

A irmã da vítima, que mora ao lado da residência, contou que chegou a ver a irmã no período da tarde, e que ela não se sentia bem. Não há nada confirmado por um especialista, mas moradores de Aquidauana acreditam que o calor contribuiu.

Aquidauana tem atingido as temperaturas máximas de 35°C a 40°C, diariamente. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alertas de baixa umidade relativa do ar durante toda a semana. O Instituto orienta que a população beba muita água e evite exposição solar nos horários mais quentes.

Riscos

Pessoas com doenças cardiovasculares devem redobrar os cuidados nesta época do ano. O calor pode aumentar os riscos de infartos e derrames.  Com temperaturas que chegam aos 40 graus, as pessoas perdem mais líquido.

Em entrevista ao G1MA, o cardiologista Luiz Bezerra Neto, afirmou que o sangue fica viscoso, com uma presença maior de substâncias como o colesterol. O que aumenta o risco de obstruções dentro dos vasos. O calor também provoca oscilações na pressão arterial.

Ao Blog Coração Alerta, o Dr. Abrão Cury, cardiologista e clínico geral do HCor (Hospital do Coração), em indivíduos que não apresentam problemas cardíacos, esse processo resulta em possíveis casos de queda da pressão arterial, além de desidratação, que gera desmaio, tontura e arritmia cardíaca.

Segundo o médico, para os fumantes, o problema pode ser ainda maior. “Com a baixa pressão interna, a oxigenação das células é menor. Inalando fumaça, ela reduz ainda mais. O risco de um fumante ter problemas cardiovasculares aumenta de três a cinco vezes, variando de acordo com a quantidade que se fuma”.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Mãe deixa filha de 6 anos sozinha em casa para ir beber em bar

2
Nota de Falecimento

Capitão Bertoldo morre na Capital após rompimento da aorta

3
Geral

Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul; veja lista

4
Política

Em Miranda, Temer anuncia investimento de R$ 4 bilhões ao meio ambiente

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,87m
Miranda
2,28m
Paraguai
2,41m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

“NATUREZA TRANSFORMANDO PESSOAS”

Raquel Anderson

Oswaldão e o horário de Verão!

Pedro Puttini Mendes

Aquidauana: "meio" ambiente ou um ambiente inteiro?

Ver Mais Colunas
498110626