A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de maio de 2019
Anuncie Aqui
9084
Visita a MS

Mandetta diz que deixar de vacinar crianças é ‘ato de violência e negligência’ contra a infância

Ministro da Saúde esteve em Campo Grande neste sábado (23) para a entrega de um tomógrafo a unidade do Trauma da Santa Casa

25 FEV 2019 - 07h32min
G1 MS

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse neste sábado (23), em Campo Grande, durante a entrega de um tomógrafo a unidade do Trauma da Santa Casa, que concorda com o posicionamento que o Ministério Público tem adotado nos casos de pais e responsáveis que se recusam a vacinar crianças e adolescentes.

“Se ele [pai ou responsável] acha por alguma ou outra informação que não vai vacinar a criança, o Ministério Público tem entendido que é um ato de violência e negligência em relação a infância e nós concordamos com o Ministério Público”, ressaltou.

Mandetta destacou ainda que o Ministério da Saúde vai trabalhar com várias estratégias para reverter os baixos índices de vacinação no país.

“Nós vamos trabalhar com vários conceitos, inclusive contando com a colaboração do Congresso. Já existem alguns estados, alguns municípios que colocaram a carteira de vacinação como a maior valência de documentos. Por exemplo, os estados que colocaram que as crianças ao fazerem suas matrículas na rede municipal ou estadual, tem que apresentar uma carteira de vacinação. Isso talvez seja uma boa iniciativa federal para deixarmos na horizontal para todo o país, aí essa mensagem vai lá para o Congresso para que eles discutam”, analisou.

Outra iniciativa citada pelo ministro é de uma eventual vinculação da carteira de vacinação aos exames que os trabalhadores fazem nas empresas, como o admissional, o periódico e o demissional. “Nesse momento nunca se pediu a regularidade vacinal. Tem muita gente que nem sabe se as suas vacinas estão em dia. E uma parceria muito grande com Ministério Público da Infância, porque as crianças têm direito a serem vacinadas, só que não podem exercer esse direito. Elas não podem ir sozinhas até o posto de saúde. Então o pai, mãe ou o responsável, tem de assumir este papel e levar a criança”, afirmou.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Luto: Morre em Aquidauana DJ Leonardo Artiga dos Reis, filho da professora Vera

2
Aquidauana

Homem joga copo no rosto da namorada, dá socos, chutes e tenta enforcá-la em Aquidauana

3
Policial

Caixa é presa por registrar carne como bala e embolsar o dinheiro

4
Policial

Mulher é presa na cracolândia de Miranda após furtar celular e R$ 400 de homem

Vídeos

PRF promove campanha de combate a violência sexual infantil

Portal Atacado • Anastácio MS | Especial Dia das Mães

Colisão ocorreu no cruzamento da Rua Américo de Sousa com a Travessa Ragalzi

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min19 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min19 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,96m
Miranda
5,17
Paraguai
5,79m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Na...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: A EDUCAÇÃO BÁSICA – QUEM SE...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Quer queira ou não, a Educação ensina....

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Clubes

GRESSA

Quintino Bocaiúva, s/n Bairro Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4142
Escolas Municipais

Escola CEI Pólo Andréia P. de Oliveira

Rua Felipe Orro, Pavilhão 3, Bairro da Exposição - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Médicos

Sandra M. A. Zurutuza - Pediatra

Manoel Antonio Paes de Barros, 606 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3783
Ver Mais
508110700