A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de novembro de 2019
Anuncie Aqui
9194-->
Saúde

Notificações de dengue em MS passam dos 58,2 mil no ano, aponta boletim

Último levantamento com novidades em relação a óbitos provocados pela doença foi divulgado no dia 18 de setembro, com total de 27

31 OUT 2019 - 15h58min
CGNews

O número de mortes por dengue se mantém estável há mais de um mês, mas as notificações da doença já chegaram a 58.290 ao longo do ano em Mato Grosso do Sul, segundo o boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

O último levantamento com novidades em relação a óbitos provocados pela doença foi divulgado no dia 18 de setembro, com total de 27 vítimas. No boletim desta quinta-feira, de número 44, são 34.254 casos confirmados, sendo 17.025 somente na Capital, correspondentes a 49%.

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, nenhum deles aparece com baixa incidência, ou seja, abaixo de 100 casos por 100 mil habitantes. Quatro estão em área amarela, média incidência, de 100 a 300 casos por 100 mil habitantes: Anastácio, Inocência, Juti e Paranhos. Os outros 75 estão em área vermelha, alta incidência, acima de 300 casos por 100 mil habitantes.

São 8 mortes registradas em Campo Grande e Dourados, 3 em Três Lagoas, 2 em Coxim e 1 em Maracaju, Ponta Porã, Corumbá, Costa Rica, Amambai e Miranda. O último óbito ocorreu no dia 2 de setembro. Trata-se de um idoso, de 78 anos, morador de Dourados, município localizado a 228 km da Capital.

De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sintomas da doença são febre a partir de 38,5 graus, dor muscular intensa, dor ao movimentar os olhos, mal estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.

A melhor forma de prevenção é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia – quando os mosquitos são mais ativos – proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser uma das medidas adotadas, principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados.

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Mulheres trocam agressões em boate e confusão acaba na delegacia de Aquidauana

2
Geral

“Sem peixe, não tem pescador, nem turista”, diz Reinaldo ao defender projeto

3
Aquidauana

Possessivo, homem tortura, ameaça e mantem em cárcere mulher grávida de 6 meses

4
Policial

‘Vocês não são de nada’: mulher é presa por desacatar PMs

Vídeos

Assaltante que aterroriza Aquidauana realiza furtos em cidades vizinhas

Durante combate a incêndio, bombeiros resgatam jaguatirica ferida 1

Família perde tudo em incêndio que atingiu quatro casas

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max36

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min24 max36

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,61m
Miranda
4,02m
Paraguai
1,00m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Dr. Giuliano Máximo

Mais uma vez a prisão em 2º grau

Flavia Rohdt

Aldravia #12

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Tio Sam

Rua Duque de Caxias, 809 Bairro Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Conveniência

Conveniência do Alemão

Rua Estevão Alves Corrêa, 1920 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS 3241-9608 / 9632-141
Hospitais/Postos de Saúde

Posto de Saúde Dr. Cândido Pinheiro Filho

R. Duque de Caxias, s/nº Bairro: Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3704 / 324
Ver Mais
508110615