A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de Setembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Pacto de Segurança a ser assinado em Bonito envolve 9 Estados com foco na fronteira

17 AGO 2016 - 15h12min
Governo do MS
O Ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, juntamente com o Secretário Nacional de Segurança Pública, Celso Perioli, vem a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (19) para assinar o Pacto Interestadual de Segurança Pública Integrada. O acordo de cooperação será formalizado pelos secretários de segurança de oito estados e do Distrito Federal durante o Fórum de Governadores Brasil Central, realizado na quinta e sexta, em Bonito.

O pacto tem objetivo de integrar ações e planejamentos em operações de inteligência e análise criminal entre os estados do Centro-Oeste (MS, MT, GO e DF), Tocantins e Roraima ? formadores do Fórum ? além de Minas Gerais, Maranhão e Bahia. Entre as linhas de interesse em comum estão o combate ao roubo de cargas, assalto a bancos e tráfico de armas e de drogas, além da desarticulação de facções criminosas.

Antes de ser apresentado aos chefes dos executivos, o acordo será debatido entre os secretários em reunião da Câmara de Segurança, que acontecerá na tarde de quinta-feira. Estratégico por sua posição geográfica, Mato Grosso do Sul pode contribuir com bons resultados nas ações de segurança. ?Somos o sétimo estado com menor índice de homicídios do País?, reforça o secretário de Justiça e Segurança, José Carlos Barbosa, referindo-se ao ranking Atlas da Violência, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Com 1,5 mil quilômetros de fronteiras, o Estado é a unidade da federação que mais apreende drogas, sendo que o tráfico é o motivo da condenação de 40% dos R$ 15,6 mil presos no sistema carcerário, o que gera um custo anual de mais de R$ 126 milhões. ?Por estarmos em região fronteiriça, assumimos com recursos próprios serviços de segurança pública que são de responsabilidade da União?, completa Barbosa.

A vinda do ministro chancela uma tática já adotada em âmbito internacional, uma vez que o Brasil já assinou pactos de integração em segurança com Paraguai, Bolívia e Peru.

Esta é a quarta reunião do Fórum de Governadores deste ano, realizada em Goiânia, Cuiabá e Palmas. Durante o evento, também será assinado um termo de cooperação técnica para a melhoria da qualidade do ensino público de Nível Fundamental, celebrado entre as secretarias de Educação e a Fundação Itaú Social.

Brasil Central

O Fórum de Governadores Brasil Central reúne chefes do Executivo dos estados do Centro-Oeste (MS, MT, GO e Distrito Federal), além de Tocantins e Rondônia. Está associado ao Consórcio Interestadual  de Desenvolvimento do Brasil, formado para compartilhar soluções e desenvolver ações conjuntas, reduzindo custos na solução de problemas e elevando a competitividade regional. Criado em setembro de 2015, o Consórcio segue a linha de associações horizontais formadas nos EUA e Europa e também tem entre seus objetivos o reforço da representatividade política e das articulações com o Governo Federal.

Serviço: As reuniões do Fórum de Governadores Brasil Central acontecem no Hotel Wetiga (R. Cel. Pilad Rebuá, 679), em Bonito, nesta quinta (18) e sexta-feira (19).

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Ponte Velha passa a fazer jus ao nome e vira desafio para quem passa a pé ou de moto

2
Anastácio

Van é flagrada trafegando a 152Km/h por radar da PRF em Anastácio

3
Geral

MS inaugura primeiro frigorífico legal de jacaré

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece uma vaga de emprego para hoje

Vídeos

Ponte Velha passa a fazer jus ao nome e vira desafio para quem passa a pé ou de moto

Acidente na BR 262 próximo ao trevo de Dois Irmãos do Buriti

Entrevista Comandante Tito Lívio - Aeroclube de Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,38m
Miranda
2,10m
Paraguai
3,39m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Reflexos da Reforma Trabalhista no Meio Rural

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

DEPOIS.....

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: E AGORA, ARNALDO?

Ver Mais Colunas
498110653