A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
15 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Tecnologia

Australiano cria 'mesa digital' movida a Linux

24 JUL 2007 - 08h03min
magnet

Um desenvolvedor australiano recriou, com software livre, um dispositivo parecido com a mesa digital Surface, da Microsoft, mostrada há algumas semanas. Embora ainda esteja em estágio inicial de desenvolvimento, a tecnologia promete ser tão impressionante quanto o produto da gigante de Redmond.


Segundo o site Gizmodo, o MPX, ou Multi-Pointer X, é uma modificação do sistema gráfico do Linux, o chamado X Windows Server, que permite a operação simultânea de muitos teclados e "mouses" em um PC comum. Diversos usuários podem operar o PC ao mesmo tempo, tanto em aplicativos distintos como no mesmo aplicativo. Por estar no início do desenvolvimento, ainda há um grande número de falhas a consertar e recursos a adicionar, mas o resultado, hoje, já é impressionante.


Em vez de diversos teclados e "mouses", é possível conectar o PC com MPX a uma mesa eletrônica DiamondTouch, fabricada pela Mitsubishi. Com ela, é possível simular o funcionamento da Surface, mesa digital da Microsoft que ganhou grande espaço na mídia. Segundo a Mitsubishi, a DiamondTouch é um dispositivo "multiusuário, resistente a riscos e choques e sua superfície é ativada por toque e gestos".


O projeto MPX, adicionado à mesa DiamondTouch, vem no rastro da já citada Surface, da Microsoft, que tenta imitar. Contudo, apesar de muitos pensarem que a Microsoft foi a pioneira na seara das mesas digitais, as pesquisas na área já remontam a vários anos. Uma das tecnologias mais impressionantes é o FTIR, desenvolvido pelo pesquisador Jeff Han e mostrado ao publico um ano antes da Microsoft revelar sua Surface.


A FTIR, mais do que sensível ao toque, é sensível à pressão. Portanto, variando a pressão dos dedos é possível fazer coisas como girar um objeto nas três dimensões ou, em um desenho, aplicar "pinceladas" de diferentes intensidades. Segundo Peter Hutterer, desenvolvedor do MPX, o objetivo final é fazer tudo o que a Surface e o FTIR fazem, usando software livre.


Todas as três tecnologias têm vantagens sobre as outras e recursos exclusivos, inexistentes nas concorrentes. Alguns vídeos no YouTube mostram as três tecnologias (MPX, Surface e FTIR) e podem ser acessados pelos atalhos dtmurl.com/b2z, dtmurl.com/b30 e dtmurl.com/b31.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Corpo de ex-presidente da OAB de Aquidauana é encontrado carbonizado na BR-419

2
Anastácio

Suspeito da morte de ex-presidente da OAB é preso no Bairro Alto

3
Aquidauana

‘Muito alegre’: amigos lembram com carinho de Severino Alves de Moura

4
Aquidauana

Jornal divulga matéria e incomoda empresário, que solicita nota de esclarecimento

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,11m
Miranda
7,09m
Paraguai
1,86m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

Odilon lidera, André o mais rejeitado

Robinson L Araujo

TENDO UM SONO RESTAURADOR

Rosildo Barcellos

Pequenas reflexões sobre o Biodireito

Ver Mais Colunas
498110412