06 de agosto de 2020
Anuncie Aqui
-->
Turismo

Conselho de Turismo de MS manifesta ao MPF apoio integral a cota zero

8 NOV 2019 - 11h13min
Assessoria

O Conselho de Turismo de Mato Grosso do Sul ratificou o seu posicionamento favorável ao decreto estadual que proíbe a captura e transporte de pescado no Estado, a partir de 2020, em documento enviado à procurado da República Maria Olívia Pessoni Junqueira. A magistrada, por meio de recomendação, solicitou ao Estado a suspensão temporária do decreto nº 15.166, que estabelece a cota zero.

“O Conselho Estadual do Turismo de Mato Grosso do Sul (CET-MS), que representa 19 das principais entidades do trade turístico do estado, informa que manterá o posicionamento favorável à cota zero para a pesca amadora ou esportiva, por entender os benefícios para o turismo e o meio ambiente de Mato Grosso do Sul”, diz o manifesto, assinado por Marcelo Mesquita, presidente da entidade.

“Acreditamos que a medida tomada pelo Governo do Estado, de estabelecer a cota zero a partir de 2020, contribui para o fomento do turismo sustentável, além de promover a reposição do estoque pesqueiro dos rios sul-mato-grossenses. O interesse do Estado na preservação do estoque pesqueiro visa não só o mercado da pesca esportiva, mas também a pesca profissional da população ribeirinha, que utiliza a atividade como fonte de renda. Na pesca esportiva, o peixe pode ser consumido no local e o turista também pode levá-lo para casa, desde que compre o exemplar do pescador profissional ou nos pontos de venda”, enfatiza o Conselho de Turismo.

Tendência mundial

A entidade que congrega o trade turístico acentua, ainda, que a adoção da cota zero é tendência mundial para preservação de peixes de água doce e que, para algumas modalidades de pesca, já é realidade em diversos estados brasileiros entre eles Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Tocantins. “Outros modelos de proibição da pesca também são adotados em países como Argentina, Chile e Estados Unidos, além de nações da Europa”, cita.

“Em Mato Grosso do Sul – segue as ponderações -, mesmo com a frequente redução da cota de pescado nos últimos anos, as autorizações ambientais para a pesca esportiva foram de 86.256 em 2019, o que é mais de 18 mil autorizações do que em 2018, segundo dados do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). Se compararmos com 2014 (34.473), o aumento foi de 51.783 autorizações. Isso mostra o interesse na atividade pesqueira como esporte e não como degradação do meio ambiente, que também é fonte de renda para o pescador profissional.”

O manifesto, ao final, reitera que o Conselho Estadual do Turismo “é totalmente a favor da cota zero e solicita que a recomendação nº 20/2019 seja reavaliada, pois, assim como o Ministério Público Federal de Corumbá, este conselho visa o melhor para o estado de Mato Grosso do Sul”.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Luto: Familiares e amigos se despedem de Ênio do Carmo, funcionário dos Correios

2
Coronavírus

Aquidauanense morre vítima do coronavírus em Campo Grande

3
Aquidauana

Dona de casa flagra sucuri ‘atravessando’ a rua em Aquidauana

4
Política

Casanova lança pré-candidatura 100% digital à prefeitura de Aquidauana

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max39

São Paulo

min24 max39

São Paulo

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,15m
Miranda
1,74m
Paraguai
1,52m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quando...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"NÃO ME..."

Manoel Afonso

Covid-19: Assusta candidatos, intimida eleitores!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Casas de Shows

GRESSA

Visconde de Taunay, 457 Bairro Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4142/9201-
Telefones Úteis

Polícia Rodoviária Federal - Centro de Treinamento do Centro-Oeste

Rua 7 de setembro, 940 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-7485/3241-
Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Pólo Marcolino Lili

Distrito de Taunay, Distrito de Taunay - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais