A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
16 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
Turismo

Cooperação faz fluxo de japoneses aumentar 74%

14 SET 2007 - 13h16min
panrotas

A Instalação de Escritório de Promoção Turística do Mercosul no Japão (JPMO), em março de 2005, contribuiu para o aumento de 74% do fluxo de turistas japoneses para o Brasil. Para a Argentina, esse aumento foi de 76%. O número total de japoneses que ingressam no Mercosul é de 100 mil por ano, uma meta alcançada pelo escritório.


O problema é que, a princípio, a iniciativa termina este ano. Por este motivo, representantes de turismo do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, estão reunidos em Tóquio para discutir a preservação do escritório, mesmo que tenham que assumir custos com logística, treinamentos e instalações físicas. A Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), que apóia o projeto, continuaria dando apoio integral aos programas de treinamento para agentes de viagens.


A comitiva brasileira é composta pela ministra do Turismo Marta Suplicy, a presidente da Embratur, Jeanine Pires, o presidente da São Paulo Turismo (SPTuris), Caio Luiz de Carvalho, e o mesa-tenista Hugo Hoyama, que conquistou medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Diabética e cega, jovem quer ajuda para fazer consulta e conseguir transplante

2
Anastácio

Família que perdeu tudo em incêndio precisa de doações para recomeçar

3
Aquidauana

Alespana e Marinha preparam fuzileiros para o mercado de trabalho em Aquidauana

4
Anastácio

Casa pega fogo, chamas consomem todos os pertences e matam o cachorrinho de casal

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Preciso...

Manoel Afonso

MDB sobreviverá sem Puccinelli?

Alessandro Arruda

As leis e nossa incapacidade de produzi-las

Ver Mais Colunas