A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
26 de Março de 2017
Anuncie Aqui
8214
Turismo

Gol anuncia voo direto para o RJ e discute com o governo de MS incentivo para operar em Bonito

19 SET 2012 - 13h15min
Notícias MS
A Gol Linhas Aéreas irá iniciar em dezembro a operação de um voo direto entre Campo Grande e a cidade do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito ao governador André Puccinelli pelo diretor de Relações Institucionais da companhia, Alberto Fajerman, em reunião hoje (19), na Capital. Na audiência também foi discutida a retomada do voo de Campo Grande para Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, que foi suspenso no início de setembro, e incentivo do governo estadual para a empresa operar em Bonito.
 
De acordo com Fajerman, a previsão é iniciar no começo de dezembro de 2012 a rota direta Campo Grande ? Rio de Janeiro ? Campo Grande, com saída da Capital às 6:25 e o voo de retorno saindo do Aeroporto Internacional do Galeão às 22:00.  ?Este está certo de acontecer, os procedimentos estão adiantados, temos pedido para este voo?, assegurou o diretor da Gol.
 
De acordo com a diretora-presidente da Fundtur, serão feitas ações conjuntas para promover essa nova opção de voo, começando pela feira da Abav, que acontece em outubro, no Rio de Janeiro. A Fundação vai participar em estande conjunto com estados do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul - Codesul. A empresa TAM chegou a operar essa ligação direta por um tempo, mas a opção foi suspensa há algum tempo. Nilde Brun destacou que a volta de um voo direto é muito importante para Mato Grosso do Sul, porque o Rio é uma das principais portas de entrada do turista internacional no Brasil. ?Sabendo que tem uma ligação direta, sem precisar fazer conexões, que de lá já é possível vir direto, isso favorece a atração de turistas?, avaliou.
 
Bonito
 
Na reunião, que teve as participações de representantes da empresa que opera o Aeroporto de Bonito, da secretária da Seprotur, Tereza Cristina Dias, e do assessor da Secretaria Estadual de Transportes para a área de Avição, Fabrício Corrêa, André Puccinelli disponibilizou incentivos que o Estado pode conceder para a Gol implantar um voo até a cidade, que é considerada um dos melhores destinos internacionais de ecoturismo. A Gol tem interesse em fazer o itinerário, se as condições de operação forem viáveis. Nilde Brun acredita que a rota pode ser viável, com aproveitamento de aeronave da empresa que já pernoita em Mato Grosso do Sul.
 
O governador explicou que é possível conceder isenção de 50% de ICMS em crédito outorgado sobre o combustível, no mesmo modelo do que é concedido para a Trip, que opera dois voos semanais regulares e um voo charter para o destino. Na prática, o incentivo significa que, abastecendo no aeroporto de Bonito, o custo do imposto tem isenção de 50% na alíquota regular de 17%. A proposta vai ser avaliada pela companhia aérea, e o diretor Alberto Fajerman demonstrou satisfação com a prontidão do governador em encaminhar alternativas que viabilizem a operação.
 
Para o presidente da empresa que faz a gestão do aeroporto ? a DIX Empreendimentos -, Manoel Ferreira, a possibilidade aberta com esse apoio do poder público representa o melhor aproveitamento da infraestrutura aeroportuária de Bonito, e ganhos gerais para o município, inclusive na geração de empregos.
 
Bolívia
 
Outra boa notícia que surgiu na reunião é a possibilidade de volta do voo da Gol entre Campo Grande e a cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra, suspenso no início deste mês. O cancelamento, conforme o representante da companhia aérea, não ocorreu por problema de baixa demanda, mas por questões operacionais envolvendo o limite de quantidade de frequências semanais internacionais acordadas entre os países. A questão está sendo revista e poderá ser solucionada com a obtenção de autorização para mais sete frequências solicitadas pela Gol.
 
?Depois de obter a aprovação, deverá levar entre 60 e 70 dias para iniciar a operação. Então, há uma boa possibilidade de retomar este voo bastante rápido?, conforme explicou Alberto Fajerman. Em paralelo, a companhia estuda a operação também de uma ligação entre a capital sul-mato-grossense e Assunção (Paraguai), colocando Campo Grande como escala de voo que sai de São Paulo.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Ribeirinho relata que quase salvou menina Laura

2
Geral

Tragédia do Aquidauana: Oito dias sem Laura

3
Policial

Agente penitenciário usa Whats App para denegrir imagem de colega

4
Policial

Pistoleiro esquartejado era informante e protegido da polícia

Vídeos

Criança ainda está desaparecida nas águas do Aquidauana

Incêndio em residência em Anastácio

Lançamento de Obras em Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,46m
Miranda
2,38m
Paraguai
2,30m
Rio Cuiabá
3,72m
Rio Taquari
4,10m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

PMDB-PSDB, mais afinidades do que diferenças

Raquel Anderson

Embalando o presente

Rosildo Barcellos

Cromossomos Felizes

Ver Mais Colunas
472810425