A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8498
Turismo

O labiríntico arquipélago de Anavilhanas é um passeio imperdível pelos rios amazônicos

20 AGO 2007 - 08h36min
grupo viagem

Uma visita a Manaus não é completa sem uma passagem pelo famoso encontro das águas do rio Negro e do Solimões. Mas bem próximo dali, está outro atrativo que merece uma visita: um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo, o de Anavilhanas.


O roteiro de barco, combinado também com o Parque Nacional do Jaú, não dá a impressão real do tamanho do labiríntico arquipélago. Somente sobrevoando a região é que se vê o emaranhado de 400 ilhas e centenas de lagos e igarapés.


A maioria das agências oferece passeios de barco de vários dias pela região, que é um paraíso para biólogos e ecologistas pela imensa variedade de fauna e flora. Dormir nas redes instaladas nos barcos com o calor amazônico após se deliciar com a culinária manauara, é irresistível e inevitável.


Deixe sempre a câmera fotográfica preparada. Animais exóticos, como botos-tucuxi e araras-canindé, dão o ar da graça de repente. Acordar de madrugada também deixa boas lembranças. Não só pelo som dos animais alvoroçados com o amanhecer. O nascer do sol, assim como o entardecer, são espetáculos que merecem vários cliques. As águas do rio refletem perfeitamente o céu, duplicando a paisagem.


Os roteiros ainda incluem mergulho no rio, trekking pelas ilhas e visita às comunidades ribeirinhas.


Agora quem quer mais conforto e tranquilidade pode optar pelo Anavilhanas Jungle Lodge, um hotel de selva instalado dentro do arquipélago.


Pegue uma cor


Toda a região se transforma com o regime das águas. O período de cheias, que vai de novembro a abril, esconde muitas das ilhas e faz com que os animais fiquem somente nas partes mais altas.


Já a vazante é uma boa época para quem quer pegar uma corzinha. Mais de 90 canais aparecem e é possível aproveitar inclusive as praias fluviais.


Degradação


Hoje Anavilhanas tem um problema que é notado em quase toda Amazônia: a devastação ambiental. Durante o passeio de barco, são encontrados milhares de troncos flutuando, que posteriormente servirão para o mercado de construção.


Protegida por lei, a Estação Ecológica das Anavilhanas foi criada em 1981 e tem uma área aproximada de 380 mil hectares.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Vítima de câncer, professora Vânia faleceu na madrugada desta segunda-feira

2
Policial

Mãe morre há 22 dias e filha esconde corpo no próprio quintal debaixo de várias caixas

3
Policial

Tragédia nas estradas: Dupla Sertaneja e irmãos morrem em acidente de veículo em rodovia

4
Policial

Casal de moto morre em acidente na BR-267

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,77m
Miranda
6,38m
Aquidauana
2,59m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Robinson L Araujo

INDEPENDENTE DA SITUAÇÃO VIVIDA, ELE NOS ABRAÇOU!

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Ver Mais Colunas
498110650
SERIEMA1260