A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
12 de julho de 2020
Anuncie Aqui
-->
Lei

Para quem ama a pesca esportiva, novo decreto foi de extrema importância à preservação

O decreto da Cota Zero ajudará no aumento dos peixes em Mato Grosso do Sul

9 MAR 2020 - 14h00min
Kamila Alcântara

Na última semana foi divulgado o novo decreto para a pesca nos rios de Mato Grosso do Sul, que gerou um pouco de polêmica por conta da limitação de espécies e peso permitido para o pescado. Há quem acredite que essa decisão foi emergencial para os rios do Estado.

Clayton Yamazato, 40 anos, organiza um passeio de pesca assim que termina a piracema, desde 2011, mas foi na década de 80 que se apaixonou pela pesca esportiva, quando ainda era criança e saia para os rios na companhia do pai. 

“Lembro quando eu pescava ainda menino, junto com meu pai, conseguíamos pegar belos exemplares. Ai foi diminuindo o estoque de pesqueiro no Estado. Essa medida foi extremamente necessário para preservação da pesca”,  disse Yamazato em entrevista para O Pantaneiro.
 

Clayton segurando um jaú de quase 20kg (Foto: Arquivo pessoal)

Para ele, a pesca esportiva não é simplesmente o capturar o animal, o legal está na preparação da confraternização com todos os amigos envolvidos, a compra do melhor material e escolha do local que será a pesca.

“A grande maioria das pessoas que têm a pescaria como paixão não está se importante em trazer peixe algum. Quem realmente ama a pescaria deseja preservar e cada vez mais poder ir, fazer as fotos e vídeo para ter histórias para contar para os filhos e netos. Mas existe a classe totalmente extrativista, que só extrai e não colabora para que a natureza consiga se recompor. Se isso continuar, a pesca vai ficar cada vez mais difícil”, destaca o pescador.

O empresário Guilherme Oshiro Taira, 35 anos, pratica a pesca esportiva há uma década. Foi na última pescaria, acompanhando Yamazato, no Rio Aquidauana, região de Rochedo, que ele capturou um jaú de quase 65kg, praticamente do seu tamanho. 

Ele também defende a preservação do pescado em Mato Grosso do Sul. “Esse decreto é o pontapé inicial para preservação e conscientização, que vários pescadores vão aderir. Com isso, os peixes nos nossos rios vão aumentar e alavancar o turismo”, pontuou Guilherme. 

Ribeirinhos 


Conforme explicou o Jornal Midiamax, a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Produção e Agricultura Familiar) estima que mais de 1,5 mil famílias ribeirinhas se alimentam do pescado extraído do rio que vivem às margens. 

Essas famílias, segundo a lei, poderão pescar e levar um exemplar de peixe para consumo em casa ou também poderão comer qualquer quantidade na beira do rio. É permitida a pesca e transporte de peixes das seguintes espécies: apairi, bagre africano, black bass, carpa, corvina ou pescado-do-piauí, peixe-rei, sardinha-de-água-doce, tilápias, tambaqui, tucunaré e zoiudo.

Fica para a PMA (Polícia Militar Ambiental) a responsabilidade de fiscalizar os rios. A multa para quem desobedecer as novas regras podem variar de R$ 700 a R$ 100 mil. 

Neste decreto é detalhado que o pescador profissional pode pescar até 400 kg de peixe, mas agora deverão respeitar o tamanho máximo de cada espécie. Confira a lei da Cota Zero clicando aqui

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Suspeita de tráfico, mulher ofende PMs e agride investigadora em Aquidauana

2
Policial

Em operação contra o tráfico, polícia prende casal com drogas no Nova Aquidauana

3
Aquidauana

Quatro exames dão negativo para coronavírus e Aquidauana continua com seis casos ativos

4
Aquidauana

Sucesso na fronteira, Baddi chega à Aquidauana com as melhores pizzas e esfihas

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min18 max35

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min18 max35

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,37m
Miranda
2,09m
Paraguai
1,88m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"TUDO"

Valdemir Gomes

Aos...

Rosildo Barcellos

História e tradição a céu aberto

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Jô Ju Pastelaria

R. 7 de Setembro, 1010 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-7027
Telefones Úteis

Estação Rodoviaria

Rua Estevão Alves Correa, Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2158
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Rotatória Conveniência

Av. Pantaneta, 420 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6271
Ver Mais