A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504
Vida itinerante

Primeiros visitantes do 3º Encontro de Relíquias chegam a Aquidauana

Casal de motorhomeiros Enio Oliveira e Meire Patussi levam a vida sobre quatro rodas

16 MAI 2017 - 15h23min
Redação

Os primeiros visitantes que estão Aquidauana para participar do 3º Encontro Relíquias de Aquidauana chegaram à cidade na tarde desta segunda-feira (16). O casal Enio Oliveira e Meire Patussi são “motorhomeiros” e vieram do Rio Grande do Sul especialmente para participar do encontro. A promessa de participar da edição de 2017 foi feita ainda no ano passado. Os dois estarão acompanhados de outros adeptos deste estilo de vida itinerante que, juntos, serão mais uma atração para o público de Aquidauana. 

Ter a vida inteira levada sobre quatro rodas não é o único detalhe que torna incrível a história dos dois. Eles se conheceram pela internet, marcaram de se verem pessoalmente em uma semana e se casaram, na cidade de Aparecida (SP), um mês depois. Antes de pegar a estrada e realizar o desejo de conhecer o mundo, Enio trabalhava como bancário. Meire é nutricionista. 

Os dois estão juntos desde 2011 e a primeira viagem com o motorhome foi feita em 2012. “Eu morava há 36 anos em Mato Grosso do Sul e nunca tinha ido a Bonito. Quando ele perguntou sobre o primeiro passeio que eu queria fazer, eu escolhi Bonito”, conta Meire, que morava em Coxim. Desde de dezembro de 2011, a casa oficial deles é o motorhome, e a residência “fixa”, em Coxim, hoje está alugada. 

As viagens não seguem um roteiro pré-determinado, garante Enio. “Nós temos sempre intenções de visitar alguns lugares, mas nós não nos obrigamos a isso”, explica. “Nós estávamos no Rio Grande do Sul e tínhamos a ‘intenção’ de seguir até o Uruguai, mas aí veio o frio e nos espantou. Nós não fomos para o Uruguai”, completa Meire. O possível próximo destino é o Estado de São Paulo. “Se o vento está mais forte para a direita, nós vamos para a direita. Se bate para a esquerda, é nesta direção que vamos”, brinca a motorhomeira.

Os bons ventos os trouxeram para Aquidauana para tornar a terceira edição do Encontro Relíquias de Aquidauana ainda melhor, entre os dias 2, 3 e 4 de junho, na avenida Pantaneta. De acordo com os organizadores, o objetivo é reunir proprietários de carros, motos ou qualquer outra antiguidade que tenha uma história agregada. O evento sem fins lucrativo ganha mais uma edição com a expectativa de reunir até 15 mil pessoas nos três dias, com a exibição de 200 veículos antigos.

Enio e Meire estarão acompanhados dos amigos, que darão ao público a chance de aprender mais sobre quem decidiu fazer as coisas comuns do dia a dia como dormir, cozinhar, lavar e passar as roupas, se alimentar e tudo mais que se faz em “casa”, só que sobre quatro rodas. Pessoas que têm a chance de ver diversos lugares do mundo de perto. O casal já conheceu toda a costa brasileira. E, por enquanto, a intenção é conhecer o interior do Brasil, chegar a região Norte e visitar o Equador. 

Enio e Meire casal que já está a 5 anos na estrada
Enio e Meire casal que já está a 5 anos na estrada / Luiz Guido
Enio e Meire casal que já está a 5 anos na estrada

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

'Gordinho da moto preta' que aterrorizava Aquidauana e Anastácio disse que 'roubava por prazer'

2
Policial

Homem procura Polícia Civil para 'denunciar' conversa de esposa com desconhecido no WhatsApp

3
Policial

Após investigação policial, mulher é presa por tráfico de drogas no Cristo Rei

4
Anastácio

Mãe e motorista, moradora de Anastácio conquista respeito do Brasil

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

DEPRESSÃO NÃO É FRESCURA.

Rosildo Barcellos

Andar por Andar !

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: AFINAL, PARA QUE SERVE UM PÓS-D...

Ver Mais Colunas
498110541