A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
11 de Dezembro de 2017
Anuncie Aqui
8492
Pesca

Turismo de MS participa de uma das maiores feiras de pesca esportiva da América Latina

22 SET 2017 - 08h15min
www.semagro.gov.ms.br

 A pesca de Mato Grosso do Sul será um dos atrativos da Feipesca 2017, que acontece de 21 a 24 de setembro no centro de exposições São Paulo Expo, em São Paulo. Esta é mais uma ação estratégica do Governo do Estado, através da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS), para promover e divulgar turismo sul-mato-grossense.Para o diretor-presidente da Fundtur, Bruno Wendling, a pesca deve ser trabalhada como esporte e o pesque e solte é uma modalidade que deve ser praticada cada vez mais.

 
“Não vejo outra saída para preservarmos o meio ambiente e sempre podermos oferecer a atividade no Mato Grosso do Sul e no Brasil. Outros estados e até outros países, como a Argentina, têm mostrado que a atividade da pesca esportiva é o caminho para evitarmos a pesca predatória”, destaca.Segundo o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, Mato Grosso do Sul tem trabalhado por uma política de pesca eficiente e sustentável.
 
“Nosso trabalho é pela preservação dos recursos naturais, apoio aos pescadores profissionais e diversificação da nossa matriz econômica como, por exemplo, incentivando a criação de peixes em cativeiro para o consumo”, ressalta Verruck.
 
De acordo com o Ministério do Turismo, o Brasil possui mais de 12% de toda a água doce do mundo e a pesca esportiva pode ser praticada nos mais de 35 mil km de cursos navegáveis do país. Mato Grosso do Sul é um dos principais estados brasileiros onde se pratica a pesca esportiva, com vários destinos consolidados que oferecem a atividade.
 
Considerada a maior feira de pesca esportiva da América Latina, a Feipesca está em sua 12ª edição e é ponto de encontro de pescadores experientes ou até mesmo os de primeira viagem. Com estimativa de público de 80 mil visitantes, este evento configura uma oportunidade para expor os destinos e atrativos turísticos de Mato Grosso do Sul a um público-alvo de qualidade e alto interesse no produto.
 
Neste ano estão confirmados 12 workshops durante os quatro dias de evento com temas variados sobre exploração sustentável, equipamentos e outros assuntos relacionados à atividade. Além das palestras, a Feipesca 2017 vai apresentar cases de sucesso no setor, novidades, troca de experiências, diversão, conscientização sobre a pesca esportiva, contra a pesca predatória e contra o desperdício de água no planeta.
 
Cartilha do Pescador
 
A Polícia Militar Ambiental e o Governo do Estado produziram a Cartilha do Pescador 2017 visando a informar aos turistas todas as regras de pesca no Estado. Este trabalho informativo é fundamental, pois a legislação de pesca de Mato Grosso do Sul é bastante restritiva e prevê penalidades para a pesca predatória com multas que variam de R$ 700,00 a R$ 100.000,00, mais R$ 20,00 por quilo do pescado irregular (Decreto Federal nº 6.514/2008). Ainda cabe apreensão de todo o produto da pesca, petrechos, veículos, barcos e motores. Faça o download da cartilha: Cartilha do Pescador.
 
Débora Bordin – Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul | Foto: Bolivar Porto

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Jovem é esfaqueado nas costas no Parque de Exposições

2
Aquidauana

Grupo bebe engradado de cerveja em lanchonete do Bairro Alto e foge sem pagar

3
Aquidauana

Idoso paga R$ 10 por programa e acusa mulher de furto no Guanandy

4
Policial

Tenentes da Marinha são presos levando armas e mais de 1000 munições para RJ

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,67m
Miranda
7,36m
Paraguai
1,86m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: HISTÓRIAS FEITAS DE GENTES E D...

Valdemir Gomes

Re...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Estudo de caso

Ver Mais Colunas
498110542