A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Janeiro de 2018
Anuncie Aqui
8502
Viagens

Turismo internacional cresce 6% em 2017

Brasil é o número 1 em atrativos naturais

12 JAN 2018 - 12h00min
Ministério do Turismo

Anúncio do secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT) revelou que 2017 foi um bom ano para o turismo mundial. Em entrevista à Agência EFE, durante o fórum em Madri, na Espanha, Zurab Pololikashvili, afirmou que o setor cresceu 6% no ano passado e destacou a progressão rápida da China como grande emissora de turistas.

Os números e a constatação devem ser motivo de otimismo para quem trabalha ou investe no setor em nível internacional e também doméstico, uma vez que o país recebe turistas chineses e teve, em 2017, aumento de 4,3% no faturamento médio das empresas que atuam com turismo.

“Os bons números do setor apenas reforçam a importância do turismo para economia mundial e mostra que este é um mercado em expansão. E o Brasil tem muito a se beneficiar do aquecimento do turismo, uma vez que reúne atrativos diversos para viajantes locais e internacionais”, comentou o ministro do turismo, Marx Beltrão.

Segundo Zurab Pololikashvili, os números do turismo internacional continuarão em progressão positiva, com um aumento entre 3% e 4% na chegada de turistas estrangeiros no mundo em 2018. Ele também destacou a importância da indústria turística que representa 10% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial e se enquadra no terceiro setor exportador do mundo.

Facilitação de Vistos

Em setembro, a China firmou acordo para facilitação de vistos com o Brasil. A medida será um importante impulso para o governo brasileiro atingir a meta prevista no plano Brasil + Turismo de atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022. O acordo estabeleceu um prazo de validade de cinco anos para os vistos de turista, com múltiplas entradas, com período de estada de 90 dias, renováveis por até outros 90 dias, a cada 12 meses. As novas regras começaram a valer no dia 1º de outubro. Antes, o visto geralmente tinha validade de três meses.

Em 2016, mais de 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo, porém pouco mais de 50 mil escolheram o Brasil como destino. A Organização Mundial de Turismo aponta que a facilitação de vistos é uma importante iniciativa para fortalecer o setor. “A facilitação de vistos é uma das nossas prioridades porque temos estudos que comprovam que através da facilitação de vistos há mais turistas, mais receitas e empregos”, defende Sandra Carvao, diretora de comunicação da OMT.

Regional

Os municípios de Bonito, Corumbá e Aquidauana deverão ter um aumento na economia local com o credenciamento do Ministério do Turismo para que agências locais atendam turistas chineses.

No último dia 22 de dezembro, foram autorizadas 83 agências do Brasil a trabalharem com os visitantes asiáticos que desejam conhecer o País. Destas, duas são de Bonito, uma de Corumbá e uma de Aquidauana. 

A seleção foi realizada pelo MTur após as inscrições dos interessados, que foram avaliados também por critérios estabelecidos no ato da inscrição como estar regularizado no Cadastur (o cadastro de pessoas físicas e jurídicas do Ministério do Turismo); declarar estar ciente dos termos do Memorando de Entendimento (documento que compunha as diretrizes e atribuições da China e Brasil sobre o assunto); além de aceitar o Termo de Responsabilidade da chamada pública.

De Bonito estão autorizadas a atuarem com o turismo de chineses a Bonito Way Turismo e Eventos Eireli e a Sato da Silva & Pimentel Ltda., de Corumbá, a agência credenciada foi a Marques & Esquivel Ltda e a de Aquidauana, a Buriti Viagens & Turismo Eireli. 

Segundo o ministro do Turismo, Marx Beltrão, o cadastro dessas agências trará visibilidade internacional ao país e, ainda, aumentará a economia das regiões com empresas credenciadas.

“A China é uma das gigantes emissoras de turistas interessados em conhecer outras culturas e o Brasil não poderia ficar de fora do roteiro desses viajantes. Portanto, a habilitação das agências brasileiras mostra que o Brasil está qualificado para receber turistas chineses, o que trará visibilidade a nível mundial para o nosso país e gerará mais renda para o nosso setor e para o povo brasileiro”, explicou.

Em 2016, 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo. Desses, apenas 50 mil escolheram o Brasil como destino.

O acordo entre os países tem como objetivo ampliar o fluxo de turistas dos dois países seja ampliado. No caso do Brasil, a medida auxilia na meta prevista do plano Brasil + Turismo, que é de atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022. 

A exigência do cadastro das agências junto ao órgão brasileiro de turismo foi estipulada durante a assinatura da parceria entre Brasil e China, pelo MTur e pela Administração Nacional de Turismo chinesa, que representaram os países no acordo denominada Status de Destino Aprovado (ADS, na sigla em inglês).

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Após ser 'pego no flagra', homem agride namorada em Anastácio

2
Aquidauana

Homem joga veículo contra policial militar após ser abordado na Teodoro Rondon

3
Aquidauana

Direção do Estabelecimento Penal de Aquidauana doa banco para família de menino doente fazer rifa

4
Policial

Homem que matou ex na frente das filhas é encontrado morto

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,18m
Miranda
7,00m
Paraguai
2,96m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: CHEGADAS & PARTIDAS (OU PERDIDOS...

Robinson L Araujo

DIFICULDADES SE LEVANTAM PARA SEREM VENCIDAS

Pedro Puttini Mendes

Agenda Ambiental de 2017 e o que espera o agronegócio ...

Ver Mais Colunas
498110710