15 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Agronegócio

Carne Sustentável do Pantanal fortalece pecuária e conserva o meio ambiente

Programa estimula a produção sustentável e melhora a remuneração do produtor

11 NOV 2020 - 07h53min
Semagro

Dois anos após ser lançado, o Programa Carne Sustentável e Orgânica do Pantanal desponta como uma das ações do Governo do Estado para o fortalecimento e aprimoramento da atividade pecuária na região pantaneira, com a adoção de boas práticas de produção e manejo dos animais, de forma integrada ao meio ambiente, conservando e protegendo as características únicas do bioma.

No escopo do programa realizado e coordenado pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) está a valorização do homem pantaneiro, sua cultura e os processos produtivos que, historicamente, preservaram o bioma pantanal. O produtor que se habilita no programa deve garantir o bem-estar animal em todas as fases do processo produtivo e minimizar os impactos ambientais.

“Tudo isso proporciona um produto final saudável, obtido com responsabilidade social e ambiental e com uma certificação que o identifica como sustentável e orgânico. A ideia central é a da agregação de valor à atividade pecuária no Pantanal com um modelo produção sustentável que já é uma condicionante em todos os nossos programas de incentivo”, lembra o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

De acordo com Verruck, o “Carne Sustentável e Orgânica do Pantanal” é um programa de incentivo fiscal que “estimula a produção sustentável, melhora a remuneração do produtor pantaneiro e nos auxilia a divulgar uma marca e uma carne sul-mato-grossense de qualidade em nível nacional e internacional”.

Ele foi construído juntamente com os produtores rurais do Pantanal e com a ABPO - Associação Brasileira de Produtos Orgânicos. “Realizamos todo um trabalho para desenvolver um produto específico do Pantanal, com marca e reconhecimento. Ele foi lançado em 2018 pelo Governo do Estado e incluído no PROAPE - Programa de Avanços da Pecuária de Mato Grosso do Sul”, comenta.

De acordo com as normas do programa, a carne sustentável é aquela que tem a certificação da ABPO junto ao Ministério da Agricultura. Já a carne orgânica, segue o protocolo nacional de propriedades produtoras que se enquadram na lei federal do Sistema Brasileiro de Conformidade Orgânica. A certificação do programa é realizada pelo IDB Certificação.

Para se habilitar, as propriedades rurais, além de estarem localizadas no bioma pantanal devem atender a uma série de exigências, como: alimentação dos animais com pastagem do bioma pantaneiro; suplementação animal com controle de origem; atendimento a normas rigorosas de manejo sanitário; instalações e equipamentos devidamente certificados; condições de embarque, transporte e desembarque privilegiando o bem-estar animal. “Hoje, temos o credenciamento de técnicos. Já são seis habilitados, que passaram pela capacitação oferecida pela Semagro”, lembra o titular da Semagro.

Em dois anos do programa, foram 12 mil animais abatidos. “É um resultado de sucesso, pois é um programa de nicho de mercado. Hoje temos 11 propriedades rurais cadastradas, produzindo esses produtos e outras 8 em processo de credenciamento e que ainda serão avaliadas se seguem os critérios de sustentabilidade e de produção orgânica. Nossa ideia é estimular que outros produtores pantaneiros entrem no programa e que, cada vez mais essa marca seja reconhecida internacionalmente”, afirma o secretário Jaime Verruck.

Atualmente, quatro indústrias frigoríficas estão habilitadas a fazer os abates: Naturafrig Alimentos Ltda (Rochedo); Boibrás Ind. Com. Carnes e Subprodutos Ltda (São Gabriel do Oeste); Frima Frigorífico Marinho Ltda (Corumbá); Frizelo Frigoríficos Ltda (Terenos). Outras 3 indústrias frigoríficas estão em processo para serem credenciadas: JBS - Unidade I e II (Campo Grande); JBS (Anastácio, Coxim e Ponta Porã) e Frigorífico Balbinos (Sidrolândia).

Na avaliação do titular da Semagro, o “Carne Sustentável e Orgânica do Pantanal” é um programa “altamente consistente, com critérios de produção sustentável para depois ser credenciado como orgânico. A oferta de carne de qualidade com certificação orgânica é um mercado crescente em nível nacional e internacional e inserir o Pantanal nesse contexto é fundamental para posicionar Mato Grosso do Sul como um Estado que tem a sustentabilidade como política estratégica para o desenvolvimento econômico”, finaliza Jaime Verruck.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Desaparecido desde domingo, homem é encontrado morto em MS

2
Aquidauana

Amigos e familiares mobilizam doação de sangue para professora Laura

3
Geral

Pela 2ª vez em menos de uma semana, "balão satélite" cai em fazenda de MS

4
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Vídeos

Tata Werneck responde fã que comparou Aquidauana a ''Aquidauanus'' no instagram

Marca P Remates realiza 1° leilão de corte de 2021

PRF apreende 1,2 tonelada de maconha em Sidrolândia

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max30

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min23 max30

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,08m
Miranda
2,89m
Paraguai
0,44cm

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: NÃO HÁ LUGAR PARA TODOS NO PÓ...

Valdemir Gomes

No...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

CARACTERIZAÇÕES FEMININAS ANTES DA PANDEMIA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Escolas

Auto Escola União

Rua Marechal Mallet, 622 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS 67 - 3241-2506 / 840
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 6

Praça Afonso Pena, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2774
Telefones Úteis

IAGRO

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3604
Ver Mais
Fale com a redação