X
Estado

Governo recebe projeto para melhoraria da produção leiteira em MS

O projeto de melhoramento genético para pecuária de leite, foi desenvolvido por professores da UEMS

Divulgação

Para propor a melhoria genética do rebanho leiteiro e da produção de leite em Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado recebeu hoje (3), o projeto da Frente Parlamentar do Leite da ALEMS (Assembleia Legislativa de MS).

O governador, Eduardo Riedel, se reuniu com o deputado estadual e coordenador da Frente, Renato Câmara, além do secretário executivo de Desenvolvimento Econômico Sustentável da Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), Rogério Beretta, e outros representantes da área, para discutir sobre melhorias ao setor.

“Essa movimentação da Frente parlamentar é muito importante. E me chama atenção ser um projeto voltado a genética, como uma das bases para melhoria da produtividade. E pode fazer a diferente, porque tem a pré-seleção”, afirmou Riedel.

O projeto de melhoramento genético para pecuária de leite, foi desenvolvido por professores da UEMS (Universidade do Estado de Mato Grosso do Sul) – que também participaram da reunião –, voltado a melhoria do rebanho e, consequentemente, da produção.

“Vem atender o problema da pecuária de leite, que é a baixa produtividade do nosso rebanho. É muito interessante, importante dizer que a Câmara Setorial do Leite tem pronto para ser aprovado, um plano de fomento da pecuária de leite, o Proleite. Este projeto está alinhando com os objetivos do plano, é de melhoramento genético. É um ato que faz com que o rebanho melhore rapidamente e consiga aumentar os índices de produtividade e produção de leite no Estado todo”, afirmou Beretta.

A Frente Parlamentar do Leite foi criada para subsidiar com informações técnicas e dados estatísticos, as iniciativas legislativas de interesse da sociedade sobre o tema, em especial aquelas voltadas à produção, industrialização e comercialização do leite e seus derivados. E ainda para estimular a atividade de produção leiteira no Estado.

“Sabemos que os produtores de leite enfrentam dificuldades e o cenário é desestimulante. Nossa intenção é mostrar uma alternativa. Estamos vendo o projeto como uma maneira de virar essa chave”, afirmou Câmara.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Serviços

Agendamento online para passaportes está indisponível temporariamente

Polícia Federal detecta tentativa de invasão do ambiente de rede

Educação

Inep apresenta novos indicadores de financiamento

Valor Aluno Ano Resultado é um complemento da União às redes estaduais e municipais em vigor desde 2023

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo