X
Consumo

Senar projeta um aumento de 143% na venda de pescado para a Semana Santa

Projeção considera o cultivo de peixes em propriedades atendidas pela Assistência Técnica e Gerencial no estado

Faltando pouco mais de um mês para a Semana Santa, a expectativa é positiva para o mercado de peixes em Mato Grosso do Sul. De acordo com levantamento realizado pelo Senar/MS, nas propriedades atendidas pela Assistência Técnica e Gerencial a comercialização deve ser de 73 toneladas de peixe no período, aumento de 143% comparado às 30 toneladas do ano passado.

O cálculo é feito junto a produtores rurais que recebem o suporte técnico da instituição, com base na quantidade de peixes com peso médio de 900 gramas e na previsão de que, até o feriado no início de abril, alcancem cerca de 1,3 kg, peso considerado ideal para venda. 

“Muitos produtores programam as vendas para o momento, quando a demanda aumenta em torno de 100% em relação aos outros meses.”, ressalta o coordenador de ATeG Piscicultura, André Nunes.

Quando o assunto é preço pago no quilo do peixe a valorização acontece ao longo do ano. Na cotação oficial para a tilápia, por exemplo, em janeiro de 2020 o valor pago era de R$ 5,86 e em outubro registrou R$ 8,30, aumento de 42%.

Fique por dentro da cadeia produtiva da piscicultura no estado e conheça os programas de ATeG do Senar/MS. Acesse senarms.org.br

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Comissão apresenta requerimento de mudança de subnível na educação de Corumbá

A partir da segunda quinzena de julho, os trabalhadores poderão encaminhar a documentação necessária

Economia

Bônus Moradia garantirá R$ 30 milhões para famílias no sonho da casa própria

Nova modalidade terá subsídios garantidos de R$ 12 mil até R$ 32 mil

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo