X
Aquidauana

Após duas semanas em casa, delegado investigado por furto de cocaína volta para presídio

O delegado ainda foi condenado pelo estupro de dois adolescentes

Depois de cerca de duas semanas em prisão domiciliar, o delegado Eder de Oliveira Moraes deve voltar para o presídio. O delegado é investigado no caso do furto de 100 kg de cocaína na Delegacia de Aquidauana.

O Juiz de Direito da Vara Criminal de Aquidauana ordenou que oficial de justiça cumpra o mandado de prisão contra o delegado e o recolha ao presídio local. O delegado havia recebido o direito à prisão domiciliar no início de novembro.

O delegado esteve envolvido no caso do furto de 100 kg de cocaína na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana. O caso ocorreu em junho do ano passado e mais 11 pessoas foram presas, após investigação.

O delegado Eder foi preso em junho de 2019 e denunciado pelo Ministério Público em agosto do ano passado. Ele foi denunciado por integrar organização criminosa voltada para o tráfico, junto com uma advogada, ele beneficiava uma traficante com informações privilegiadas.

Eder de Oliveira Moraes também foi condenado por estupro de dois adolescentes. O caso aconteceu em Rio Verde, em 2015.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

Brasil exporta 31 mil toneladas de biscoitos no 1º semestre de 2024

Ontem foi celebrado o Dia Nacional do Biscoito

Policial

PF incinera quatro toneladas de drogas em MS

Ação foi precedida de autorização judicial, acompanhada por agentes da vigilância sanitária e do Ministério Público Estadual

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo