X
Alerta

Chuvas: números críticos da dengue em 2020 mostram o relaxamento nos cuidados

Agência Brasil

Estamos no verão, temporada de chuvas e a que precisamos estar ainda mais atentos com os cuidados no quintal, para que 2021 não registre casos de dengue tão alarmantes como foi em 2021. Aquidauana registrou em 2019 apenas 24 casos positivos para doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mas no ano passado fechamos com 571, segundo dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde).



Já o município de Anastácio, que registrou apenas 10 casos em 2019, terminou 2020 com 281. Cada uma das cidades vizinhas teve uma vítima fatal para a doença.

Se colocarmos na balança o fator pandemia e a quantidade de pessoas estamos perdendo para a Covid-19, aparenta ser pouco, mas se trata de uma situação que já esteve controlada na região e que a prevenção vem de bons hábitos sanitários.



No Mato Grosso do Sul, quando observamos os gráficos do último boletim epidemiológico da SES, com mais de 72 mil casos confirmados em um ano, é possível destacar que a doença teve mais força em 2020 do que em 2016, quando enfrentamos também a zika e a chikungunya.

Para o secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, a população não deve descuidar do Aedes aegypti. “É preciso lembrar que a Dengue tem feito vítimas em nosso Estado, por isso a importância de um cuidado maior. A comunidade deve estar atenta porque 80% dos reservatórios com proliferação estão nas casas das pessoas”.

Doenças do Aedes aegypti e a Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde do Espírito Santo divulgou, no último dia 12, anticorpos foram encontrados em amostras de pessoas infectadas com dengue e chikungunya, que possuem sintomas semelhantes aos da Covid-19.

Conforme a epidemiologista Ethel Maciel explicou para o jornal local A Gazeta, essa constatação significa que as pessoas podem ter contraído ao mesmo tempo a Covid-19 e as doenças transmitidas pelo mosquito. Isso traz mais uma problemática ao atendimento da saúde, pois as três doenças apresentam sintomas em comum: febre, dores no corpo e cabeça.

Sintomas

Os principais sintomas da Dengue são: febre alta, superior a 38,5ºC; dores musculares intensas; dor ao movimentar os olhos; mal-estar; falta de apetite; dor de cabeça; manchas vermelhas no corpo. Em caso de suspeita é fundamental procurar um profissional de saúde para o correto diagnóstico.

A assistência em saúde é feita para aliviar os sintomas. Entre as formas de tratamento são recomendados fazer repouso, ingerir bastante líquido (água) e não tomar medicamentos por conta própria.

A hidratação pode ser por via oral (ingestão de líquidos pela boca) ou por via intravenosa (com uso de soro, por exemplo). O tratamento é feito de forma sintomática, sempre de acordo com avaliação do profissional de saúde, conforme cada caso.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Resgate

Bombeiros resgatam família cercada pelo fogo em sítio às margens do Rio Paraguai

A família foi retirada da área de risco e levada em segurança para a embarcação, sob os cuidados do subtenente Valdeci

Economia

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 47 milhões

Sorteio será realizado a partir das 20h, horário de Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo