15 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Reencontro

Dona Aurora viu irmão "ressuscitar" na porta de casa 27 anos depois

Para a família, Angelino estava morto; ele voltou tal como sumiu, do dia pra noite

9 JUN 2021 - 10h30min
Raul Delvizio

Foi bem no meio da tarde de ontem (8), após um banho relaxante, que Aurora Barbosa de Brito, 71 anos, testemunhou com os próprios olhos a cena que a deixaria branca de tão pálida, tal como se tivesse visto um fantasma. E para ela tinha sido isso mesmo.

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Junho21 - 02

Sem soltar uma só palavra, sua expressão boquiaberta dizia tudo: o espanto ao ver parado num canto da sala de sua residência o irmão Angelino Albuquerque Barbosa. Tido como morto, ele voltou tal como sumiu: do dia para a noite, mas com a diferença de 27 anos depois.

"Quando ele soltou um sorriso eu já o reconheci logo de cara. Olhei para ele, olhei em volta, e saí gritando para todo mundo da casa: 'é o Angelino, é o meu irmão!'. Não sabia se eu corria, se andava, se ficava parada… fiquei numa alegria que só, nem sequer lembrei de pandemia", descreve a aposentada da Polícia Civil de Aquidauana que, ao se dar conta, já estava abraçando fortemente o irmão "ressuscitado".

Foto de Angelino na década de 70 segurando um dos sobrinhos; do dia pra noite, ele desapareceu sem deixar pistas.

Em junho de 1994, aos 45 anos de idade, Angelino simplesmente desapareceu. Não deixou carta, recado, e as roupas continuavam guardadas no armário. Até então mestre padeiro da antiga Padaria Central, na rua Pandiá Calógeras, ele era bastante reconhecido pela qualidade dos pães e doces.

"Minha mãe conta que, quando estava grávida de mim, tinha um desejo incomensurável por comer o sonho recheado que seu tio (meu tio-avô) fazia. Dizia que, por preparar com carinho e não cortar a massa, era o melhor sonho que algum dia comeu", relata Suelen Oliveira Brito, 26 anos, neta de dona Aurora.

Sentada no sofá, a jovem presenciou a avó mudar da água para o vinho ao reconhecer o irmão perdido. Aliás, dado como morto, pois foi no ano 2000 em Ponta Porã que a família recebeu a informação falsa de que Angelino havia sido encontrado sem vida – mas o corpo nunca descoberto. "Foi um engano repassado ao meu avô Adão, esposo da vó Aurora, agora solucionado", explica Suelen. Curiosa e esperta, ela pediu para confirmar o documento do tio-avô Angelino – e não é que se tratava do dito cujo?

Angelino ao lado de sua mãe Helena; segundo os familiares, filho sempre foi responsável e um irmão carinhoso.

Aurora complementa: "sempre que sentávamos para conversar, eu e minha mãe questionávamos essa 'confirmação' de sua morte, principalmente ela enquanto matriarca da família, por ter um filho desaparecido no mundo. Ela mesma me dizia: 'pode ser que qualquer dia desses ele apareça por aí'. Com o tempo, entretanto, acostumamos com a ideia que ele não voltaria mais. Mas acho eu que, lá no fundinho, eu sabia da verdade".

"Ele poderia estar onde quer que estivesse, mas tenho a absoluta certeza que estave pensando na gente nesse meio tempo..."

Pais falecidos de Angelino, Taltibio e Helena infelizmente não tiveram a oportunidade de reencontrar o filho. "Eu falei isso pra ele: 'se você tivesse vindo um pouquinho antes teria visto a mamãe, que morreu ano passado'. Lamento muito meus pais não terem presenciado a volta de Angelino, mas Deus sabe o que faz, não é?".

Registro secular da família Albuquerque Barbosa; pais Taltibio e Helena não reencontrar mais Angelino em vida.

Justificativa – "Nunca tivemos um atrito sequer. Ele sempre foi um bom filho e um excelente irmão", elogia Aurora. Mesmo que a "ressuscitação" de Angelino seja muito recente, algumas pistas já se encontram sob a luz.

"Ao mesmo tempo que ele estava eufórico em rever todo mundo, também estava constrangido pelo que aconteceu. Acho eu que ele se cansou do serviço de padeiro e foi tirar a sorte", presume a irmã.

A história não está nem perto de estar completa. Por isso, os irmãos combinaram de se rever no dia de hoje, quarta-feira, para tirar os anos a limpo – "sem julgamentos", confirma Aurora. "Não é o momento de dar cascudos, mas agradecer por ele estar aqui com a gente. E vivo".

Já nas palavras de Angelino: "eu sumi, mas o que eu vou fazer com relação ao que já passou? Viveu situações difíceis, passei dificuldades, dormi na rua, trabalhei em fazendas", foi o que relatou à irmã, dizendo que antes de chegar ao município se encontrava em região rural de Roraima. A suspeita é que, por todos esses anos, ele não tinha condições de voltar pra casa e se virou como pôde.

Sem nem ter sequer um celular para manter comunicação ou saber mexer na internet, Angelino arriscou: voltou para Aquidauana – nas palavras de Aurora – "sabe Deus como" e foi andando pelas ruas à procura da casa da irmã que um dia conheceu. Por sorte, ela nunca mudou de endereço, permanecendo por 30 anos no mesmo logradouro.

_FotoPara provar a surpresa, registro dos dois irmãos – Aurora e Angelino – na tarde da última terça-feira, 9 de junho.

Família de cinco irmãos (Aurora, Alair, Anaides, Adelaide e Luiz), o retorno inesperado e surpreendente de Angelino já foi informado em tudo que é grupo no WhatsApp, com direito a registro fotográfico para marcar e servir de prova do ocorrido. Extasiados e, ao mesmo tempo, confusos, os parentes estão é mesmo felizes.

Aurora nem se fala. "Deus é bom demais. Preservou a vida do meu irmão querido e ainda o trouxe de volta são e salvo para permanecer ao nosso lado pro resto de tempo que nos falta", finaliza. Foi o que o próprio Angelino prometeu:

"Se depender de mim, vou continuar a viver por aqui até meus últimos dias".

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Símbolo das queimadas no Pantanal, onça pintada vira tatuagem que "encara" da pele de Rafa

2
Anastácio

Transexual assumida, Verônica viu o amor vencer ao ser chamada de neta

3
Geral

Em Aquidauana, motociclista foge de acidente sem prestar socorro à vítima

4
Geral

Confira quem pode se vacinar contra covid nesta semana em Aquidauana

Informe Publicitário

Informe

Carne Angus certificada é na Atlântico Supermercados

Previsão do Tempo

min18 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min18 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,05m
Miranda
1,88m
Paraguai
1,49m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AUTOESTIMA: FORTIFICÁ-LA!

Rosildo Barcellos

A Retomada de Corumbá

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hotéis

Hotel e Restaurante do Gaúcho

João de Almeida Castro, 186 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6064
Pizzarias

Pizza 10 +

Rua: Teodoro Rondon, 386 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS 3241-1010
Imobiliárias

Imobiliária Barros e Reis

Rua Marechal Mallet, 685 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3062 / 324
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo