X
Celebração

Estilo rústico de Lucimeire e Fabiano se fez presente até no ensaio de revelação do bebê

Yuri Marinho

Vivendo a segunda gestação em meio a pandemia e longe da família, o casal Lucimeire e Fabiano vieram de Porto Velho (RO), onde estão morando, para compartilhar a revelação do sexo do bebê ao lado dos entes queridos. Como a maioria dos sul-mato-grossenses, a rotina no campo fez parte da vida deles, por isso esse ambiente foi o escolhido para o ensaio fotográfico, feito pelo aquidauanense Yuri Marinho.

O Pantaneiro conversou com o casal. Lucimeire é aquidauanense e Fabiano, natural de Campo Grande e com parentes em Anastácio. Ambos concordaram em passar esse momento da gravidez mais próximos da família, em celebração.



“Resolvemos fazer em Anastácio devido a propriedade da mãe do meu esposo ser na região e por ser o cenário ideal, que tem tudo a ver com a gente! Fomos criados nesse meio e até hoje temos muito contato com o campo e animais”, explica Lucimeire.

Além de toda a temática pantaneira, o que mais chamou atenção nesse ensaio foi a presença do trator emitindo a cor que indicava o sexo da bebê, que receberá o nome de Antonella, a irmãzinha do carismático Arthur.

“Queríamos algo diferente, algo que tivesse tudo a ver com o tema do nosso ensaio e com a nossa vida e foi o trator que usamos na fazenda pra fazer parte desse momento tão lindo que vivemos”, completa a mãe.



E tudo aconteceu como eles sonharam! Proporcionando união entre eles, aquecendo o coração que tanto estava “apertado” pela distância. “Esse era o intuito, reunir a nossa família para participar junto com a gente desse momento único, diante dessa pandemia, um ano tão triste e desafiador resolveu vir para o MS e fazer junto da família para ter um momento de alegria e felicidade”, conclui.

Até o fotógrafo Yuri Marinho foi surpreendido com algo emocionante: a fazendo escolhida pela família para fazer as fotos já pertenceu ao seu avô, isso em meados dos anos 50.



“Quando a ela contratou a gente e passou a localização, conversando com a família descobri que é a fazenda que foi do meu avô quando ele chegou em Aquidauana, lá na década de 50, que eu conheci só por fotos que tem até hoje na minha casa. Por coincidência fomos até lá pra fotografar um momento tão importante pra família deles”, compartilhou Yuri com O Pantaneiro.


Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Meio Ambiente

Decreto de emergência em MS garante celeridade na resposta aos incêndios florestais

Pantanal vive nova tragédia ambiental

Geral

Cartórios podem renegociar dívidas enviadas a protesto

Em São Paulo, regra deve beneficiar 4 milhões de pessoas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo